Ashton Kutcher pede fraldário em WC masculino

ashton_fralda

Foto: Change.org
Nos dias de hoje, qual pai que nunca trocou uma fralda?
No passado isso poderia ser lenda, mas virou realidade.
Para protestar contra a falta de fraldário nos banheiros masculinos, o ator americano Ashton Kutcher, pai de uma bebê de seis meses – com a também atriz Mila Kunis – lançou uma petição online no site da organização Change.org.
Eles pedem que banheiros públicos masculinos tenham fraldários.
“Por mais louco que pareça, muitas lojas não dão aos pais a opção de trocar a fralda de seus bebês”, escreveu o ator na página da Change.org .

“Pais como eu querem participar igualmente nos cuidados com as crianças e a sociedade deve apoiar isto”. 

Segundo o ator, estamos em 2015 e não faz o mínimo sentido achar que somente mulheres devem cuidar dos filhos.

“Esta suposição é um estereótipo de gêneros e as empresas devem apoiar todos os pais que compram em suas lojas igualmente – não importa seu sexo”, ressaltou Kutcher.

O ator de Hollywood menciona duas grandes cadeias de lojas americanas – Target e Costco – que têm uma campanha para que todo banheiro masculino ofereça espaços para troca de fraldas em suas lojas.

Em resposta à sua solicitação, a relações públicas da Target afirmou que há mais de 25 anos a empresa disponibiliza fraldários nos banheiros masculinos.

Adesão
Até o momento, a petição iniciada por Ashton Kutcher já conta com quase 100 mil assinaturas. A meta é chegar a 150 mil.

Esta é uma ótima iniciativa para ser copiada em outros países.
No Brasil, as mães são as únicas que conseguem trocar a fralda de seus bebês quando estão em locais públicos. 
Hora de mudar!

A campanha
A hashtag da campanha é #BeTheChange, #LeanInTogether,
Stop Gender Stereotyping, Provide Universally Accessible Changing Tables in All Your Stores. (Pare de estereótipos de gênero, forneça mesas acessíveis em todas as suas lojas)

Com informações Planeta Sustentável.

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.