Brasileiro cria robô que detecta infecção grave, após perder a filha

Foto: Pedro Vieira e Flávia Wolf | Reprodução FacebookFoto: Pedro Vieira e Flávia Wolf | Reprodução Facebook

Um pai conseguiu transformar sua dor em tecnologia para salvar outras pessoas

O analista de sistemas Jacson Fressato, de 37 anos, criou um robô inteligente que identifica pacientes com o perfil a desenvolver infecção generalizada, ou sepse, o que causou a morte de sua filha com apenas 18 dias de vida, em 2010.

A máquina reconhece sinais de alerta (como alterações na temperatura e em parâmetros sanguíneos), identifica os quadros de risco e avisa a equipe médica por meio de monitores em postos de enfermagem.

Continue Lendo