Família sem dinheiro construiu a própria casa: aprendeu no Youtube

Foto: reprodução / YoutubeFoto: reprodução / Youtube

Veja do que é capaz uma família unida, determinada e trabalhadora.

Uma mãe e seus quatro filhos estavam precisando construir a própria casa, mas não tinham dinheiro para pagar pela mão de obra.

Foi então que tiveram a ideia de procurar nos vídeos do Youtube como se faz isso. Depois de anos difíceis e dois casamentos terríveis, Cara Brookins e os filhos começaram a levantar a casa do zero. Hoje ela está pronta! (foto acima e vídeo abaixo)

História

A mãe de 45 anos foi posta à prova quando seu primeiro marido desenvolveu esquizofrenia paranóica.

Mesmo depois do divórcio, ele continuou a assediar e assustar a família.

Seu segundo marido, que ela pensava ser um homem mais estável, se transformou em um cara cada vez mais violento e abusivo.

Até o dia em que Cara se separou e foi para uma pequena casa em Little Rock, Arkansas, EUA, com seus filhos. Eles tinham 2, 11, 15 e 17 anos.

Lá ela conseguiu juntar dinheiro para comprar um terreno e todo o material para construir uma casa para cinco pessoas.

A casa

O próximo passo foi aprender com videos do Youtube como fariam a construção.

A família começou a levantar a casa em 2008 e trabalhou incansavelmente durante 9 meses.

Durante o dia as crianças iam para a escola e Cara trabalhava como analista de computador.

À noite eles trabalhavam até a hora de dormir, às vezes com a luz dos faróis do carro acesa.

“Meu maior medo era que meus adolescentes acordassem e dissessem: ‘Não, eu não vou fazer isso’. E isso nunca aconteceu. Era a primeira vez que sentiam qualquer tipo de poder, qualquer tipo de controle sobre suas vidas. E eles sabiam o quanto precisavam”, disse Cara à CBS News. 

Livro

A história de perseverança da família virou um livro, escrito por Cara.

Rise: How a Home Built a Family  – Levantar: Como uma família constrói uma Casa – será lançado em 24 de janeiro.

Com informações da CBS e GoodNewsNetwork

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.