Brasileiro corre 5.300km na Europa contra obesidade

Ralph Mesquita - Foto: reprodução / Facebook /Eurocross for a causeRalph Mesquita - Foto: reprodução / Facebook /Eurocross for a cause

Uma longa corrida, de 5.300 km, contra a obesidade.

A meta é do jovem belgo-brasileiro Ralph Mesquita, de 25 anos – que até os 20 vivia com sobrepeso.

O rapaz, de Campinas, no interior de São Paulo, se prepara para correr do extremo norte ao extremo sul da Europa, num projeto de conscientização sobre o problema da obesidade. (mapa abaixo)

Ele se mudou para a Bélgica em 1999 com a família.

“Nunca cheguei a ser o que se considera obeso, mas estava no limite. Perdia peso, depois voltava a comer, e engordava novamente. Sempre fiz muito esporte, mas com 20 anos comecei a correr provas e a comer melhor”, disse Ralph Mesquita ao G1.

Ele conta que teve uma avó que morreu em decorrência do excesso de peso, o que ajudou a sensibilizá-lo ainda mais para o problema. “Vi minha avó sofrer por causa da obesidade”, recorda.

A corrida

Ultramaratonista e estudante de fisioterapia na Bélgica, Mesquita decidiu lançar a si mesmo o desafio de percorrer milhares de quilômetros de Nordkapp, no extremo norte da Noruega, a Tarifa, ponto mais ao sul da Espanha continental.

Quem tiver disposição poderá acompanhar o brasileiro em partes da viagem, que está detalhada no site do projeto.

Ela tem previsão de durar 75 dias, a partir de 5 de julho.

O ritmo da corrida será moderado, já que num percurso extremamente longo como esse não convém acelerar demais.

Serão de 10 a 11 horas correndo por dia, em média, para avançar ao redor de 80 km.

Uma equipe de apoio vai acompanhar Ralph com um motor-home, onde ele vai descansar e fazer refeições.

Mapa da corrida: de Nordkapp, no extremo norte da Noruega, a Tarifa

De Nordkapp, no extremo norte da Noruega, a Tarifa

Alimentação

O corredor é vegano – não come carne, laticínios, ovos ou qualquer derivado de animais – por isso irá repor os nutrientes com uma dieta balanceada de vegetais.

“Vou comer muito o dia todo: muito arroz, feijão, macarrão”, comenta.

Ele calcula que precisará ingerir cerca de 8 mil calorias por dia (para uma pessoa adulta com hábitos normais, o recomendado é 2.500 calorias). “A refeição mais importante é a da noite, no final do dia”, explica.

Campanha

Além de chamar atenção para o tema da obesidade, o projeto de Ralph Mesquita vai recolher doações para ajudar o Grupo Europeu de Obesidade Infantil (Ecog, na sigla em inglês), uma organização que congrega profissionais que atuam contra esse problema.

“Na Europa, 1 em 3 crianças têm problema de peso. É uma coisa da sociedade que precisa mudar”. “Na minha casa, todo mundo era obrigado a fazer esporte pelo menos uma vez por semana”, conta.

“Todos que quiserem podem correr comigo. Por enquanto, só eu vou correr o percurso todo”, finaliza.

Com informações do G1

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.