Hormônio da longevidade pode tratar Alzheimer e Parkinson

Foto: PixabayFoto: Pixabay

Um hormônio ligado à longevidade tem se mostrado um promissor no tratamento contra Parkison e Alzheimer e pode aliviar os sintomas das doenças em apenas 48 horas.

Uma única injeção de um fragmento do hormônio klotho, seria capaz de melhorar a cognição de pessoas com doenças neurodegenerativas.

É o que revela um estudo realizado com ratos na Universidade da Califórnia, em San Francisco, e publicado na revista Cell Reports nesta terça-feira, 9.

Continue Lendo