Bailarina que vendeu brigadeiro pra ir os EUA dança para agradecer

Foto: Newton KliverFoto: Newton Kliver

A bailarina Amanda Mattos, de 20 anos, que ficou conhecida por vender brigadeiros no trem pra estudar nos EUA, arranjou uma forma de agradecer, com o que ela mais sabe fazer: dançar.

O agradecimento aos passageiros que a ajudaram aconteceu na estação ferroviária do Rio pra deixar marcado que vale a pena batalhar pelos sonhos.

Acompanhada de 20 integrantes do grupo Favela em Dança, o repertório tinha obras que remetem a superação e ao espírito guerreiro do brasileiro, como “Meu nome é favela” (Arlindo Cruz), “Êta povo pra lutar” (Zeca Pagodinho), “Pesadão” (Isa) e “Lado A e Lado B” (O Rappa).

Continue Lendo