Em vez de demitir por não saberem ler, empresa alfabetiza auxiliares de limpeza

Foto: Nátaly Bonato/ Reprodução autorizadaFoto: Nátaly Bonato/ Reprodução autorizada

Uma gerente de São Paulo teve uma atitude nobre. Em vez de pedir para trocar o time de auxiliares de limpeza por não saberem ler, ela decidiu alfabetizá-los.

Nátaly Bonato descobriu que os terceirizados eram iletrados por acaso, quando precisou resolver problemas de limpeza na WeWork Paulista. Ela pediu que eles escrevessem diariamente se a sala de cronograma havia sido limpa, ou não, com os motivos.

“O relatório demorou 1 semana pra chegar e quando veio, o banheiro virou um caos. Não entendi nada e ai nos reunimos e a descoberta foi que 50% do time (terceirizado) era iletrado”, escreveu Nátaly no Facebook.

Continue Lendo