Implante no cérebro ajuda a melhorar a memória humana

Ressonância magnética de cérebro epiléptico, onde o método foi testado - Foto: Bsip / UIG / Getty ImagesRessonância magnética de cérebro epiléptico, onde o método foi testado - Foto: Bsip / UIG / Getty Images

Chega de esquecimento! Cientistas norte-americanos desenvolveram um implante cerebral que aumentou a memória dos voluntários nos primeiros testes, uma nova estratégia promissora para tratar demência, lesões cerebrais traumáticas e outras condições que prejudicam a memória.

O dispositivo envia pulsos elétricos para auxiliar o cérebro quando ele está lutando na tentativa de armazenar novas informações, mas deixa de agir quando percebe que o cérebro está funcionando bem.

No teste, divulgado este mês pela revista Nature, o dispositivo ajudou os voluntários a recordarem palavras. Em média, a lembrança das pessoas melhorou cerca de 15%, após a ligação do implante.

Continue Lendo