Venceu leucemia e se formou em engenharia: comemoração dupla

Joilson e a mãe doadora - Fotos: arquivo pessoalJoilson e a mãe doadora - Fotos: arquivo pessoal

“Nunca duvidei da cura” é o que diz um rapaz de 25 anos que teve leucemia, recebeu medula óssea da mãe, se curou e agora comemora seu diploma em engenharia.

Joilson Bentes chegou a encontrar dois doadores compatíveis, mas os transplantes não puderam ser realizados. “No primeiro caso o doador desistiu e na segunda vez, quando estávamos fazendo todos os exames para o procedimento a doadora descobriu que estava grávida”, contou Joilson ao G1.

No hospital, os médicos decidiram fazer um transplante chamado haplo, que é quando o doador e o paciente não são totalmente compatíveis, mas existe a possibilidade da doação e a mãe de Joilson, Maria Auxiliadora Faria de Brito, foi a doadora da medula óssea.

Continue Lendo