Gene que causa Alzheimer é neutralizado pela 1º vez em humanos

Foto: DR ROBERT FRIEDLANDFoto: DR ROBERT FRIEDLAND

Cientistas acabam de fazer um avanço revolucionário na batalha contra a doença de Alzheimer. O gene que causa a doença foi identificado e neutralizado.

O feito é de pesquisadores do Instituto Gladstones, na Califórnia, EUA,  publicado na revista Nature Medicine.

“O desenvolvimento de medicamentos para a doença de Alzheimer tem sido uma grande decepção nos últimos 10 anos. Muitas drogas funcionam lindamente em um modelo de rato, mas até agora elas falharam em testes clínicos”, disse o cientista Yadong Huang, que liderou o estudo.

Em vez de experimentar resultados em camundongos a equipe foi direto ao teste com células cerebrais humanas.

Os cientistas conseguiram identificar e também neutralizar o gene que causou Alzheimer, para que não levasse ao desenvolvimento da doença.

O nome

A equipe da Califórnia identificou com sucesso a proteína associada ao gene apoE4 de alto risco e, em seguida, conseguiu impedir que ela danificasse as células de neurônios humanos.

Ela duplica as chances de uma pessoa desenvolver danos cerebrais.

Ter duas cópias dela aumenta o risco em 12 vezes.

Isso ocorre porque o gene produz um certo tipo de proteína mutada que danifica as células do cérebro humano.

Usando células-tronco para corrigir o gene, os cientistas foram capazes de interromper a produção da proteína mortal, eliminar todos os sinais da doença de Alzheimer e melhorar a sobrevivência e a função das células.

Cautela

O estudo poderá abrir a porta para uma potencial nova droga capaz de deter a doença, no entanto, os pesquisadores pediram cautela, porque até agora o composto só foi experimentado em coleções de células humanas em laboratório.

Os pesquisadores agora estão trabalhando com a indústria farmacêutica para melhorar os compostos para que possam ser testados em pacientes humanos.

Com informações do GNN e Telegraph

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.