Jovem cadeirante e cega tem voz de anjo! Assista!

Alfina Fresta - Fotos: reprodução / YoutubeAlfina Fresta - Fotos: reprodução / Youtube

É de arrepiar! Ouvir a “voz de anjo” dessa jovem quase cega, que não anda e pesa apenas 40 kg, faz a gente se perguntar se existe limite para o dom, para a arte, para o talento.

Alfina Fresta é uma soprano italiana de 29 anos com deficiência física, que canta ópera com a garanta e com a alma. Ela está sendo chamada de fenômeno na imprensa da Itália.

“Eu só fiz o que me faz feliz, a música me mantém viva”, diz Alfina sobre o vídeo em que aparece cantando “Nessun dorma” – na igreja de Santa Ágata, em Catania, na região da Sicilia, sul da Itália. (vídeo abaixo)

A gravação, que está correndo o mundo e emocionando milhões de pessoas, foi postada por Mauro Filomena Ledda no Facebook: “3.500.000 visualizações em 36 horas. Alfina Fresta Você é uma força. Agora esse anjo vindo do céu tem um nome e eu nunca vou esquecer de tê-la conhecido”, escreveu Mauro na rede social.

“Estão me chegando mensagens e pedidos de contato e de convite para Alfina para que participe em eventos de todo o mundo”, escreveu Mauro.

Depois do sucesso do primeiro vídeo, Mauro postou outro, que gravou no mesmo dia. “Os vídeos no total tiveram quase 40 milhões de visualizações em 4 dias”, contou. (veja os dois abaixo)

A artista

No vídeo em que deixa sua cadeira de rodas para cantar, Alfina é apoiada por Stefania Licciardello, presidente da Associazione Culturale Nèon, que organiza apresentações de teatro em que atores sãos e com deficiência atuam juntos.

Não andar e ser quase cega, não são limites pra ela, que persiste em cantar as árias mais difíceis, aquelas reservadas para os homens.

“Quando canto me emocionou e sempre sorrio”, conta Alfina. 

A apresentação que está emocionando as redes sociais, claro, também fez a mãe de Alfina chorar.

“Minha filha tem imensa força. Quando você olha para ela, ela parece frágil, ninguém acredita que a voz toda pode sair de um corpo de apenas 40 quilos”, diz a mãe Antonella.

Um dos segredos de Alfina para cantar desse jeito está em um treinamento de diafragma incomum que ela aprendeu com a mãe.

“Eu tive que desistir de sorvete para cantar… e para treinar o diafragma minha mãe encheu um saco de 6 kg de areia do mar, deitei na cama e segurei no meu peito por quinze minutos. Faço vários exercícios por dia”, revela.

Ouça Alfina cantando e veja se existe algum limite para o talento dela:

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa – com informações do Palermo

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.