Termina resgate na caverna da Tailândia: todos retirados!

Resgate na Tailândia - Foto: EFEResgate na Tailândia - Foto: EFE

Terminou nesta terça-feira, 10, o resgate na caverna alagada na Tailândia. Mais quatro meninos e o técnico foram retirados, segundo a Marinha. Eles passam bem.

Eles ficaram 17 dias presos no complexo de túneis inundados por uma tempestade.

O ex-governador da Província de Chiang Rai, Narongsak Osattanakorn, agradeceu o esforço das mais de 100 pessoas que participam da operação de salvamento dos menores e de seu monitor.

Os resgatados

Os primeiros quatro garotos que foram resgatados no domingo estão felizes e têm boa saúde, de acordo com informações de autoridades tailandesas.

Eles tiveram que atravessar passagens escuras, apertadas e tortuosas para chegar à saída da caverna.

“Eles disseram que estavam com fome e queriam comer khao pad grapao”, disse o governador interino, referindo-se a um prato tailandês de carne frita com pimenta e manjericão, servido com arroz.

Mesmo apresentando boa saúde, os meninos passam por exames médicos em um hospital provincial e ainda não têm permissão para entrar em contato com seus parentes, devido ao risco de infecções. Os garotos puderam ver suas famílias através de uma divisória de vidro, disse o chefe da operação.

Segundo o ministro do Interior da Tailândia, Anupong Paojinda, a equipe de resgate é a mesma que retirou as primeiras quatro crianças da caverna. O grupo precisou pausar a operação de resgate por mais de dez horas para reabastecer os reservatórios de oxigênio utilizados na travessia nas áreas submersas. O representante do governo também afirmou que as crianças salvas estão em estado estável no hospital, mas ainda serão mantidas separadas dos pais por causa de riscos de infecções.

História

A primeira etapa da operação de resgate foi realizada entre a madrugada e início da manhã de domingo, 8 (início da manhã e fim da tarde, no horário local). A segunda etapa foi na segunda-feira e a terceira nesta terça.

Os menores receberam os primeiros atendimentos no hospital de campanha montado perto da entrada da caverna e foram encaminhados de helicóptero para um hospital em Chiang Rai, onde um andar inteiro foi reservado para as crianças.

Segundo o chefe da operação, governador interino da Província de Chiang Rai, Narongsak Osottanakorn, as condições para o resgate estavam perfeitas e que a operação “foi melhor que o esperado”.

Ao todo, 90 mergulhadores participam do resgate – entre membros da Marinha tailandesa e estrangeiros. A previsão é que os trabalhos durem por dias.

Com informações do Estadão

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.