Menino pede que o português seja língua oficial da ONU

João Paulo - Foto: Divulgação/Fernanda CalfatJoão Paulo - Foto: Divulgação/Fernanda Calfat

Lembra do menino prodígio brasileiro que em 2017 ganhou um concurso da Nasa, a agência espacial americana? Agora, com 8 anos, João Paulo Guerra Barrera, de São Paulo, “aprontou” mais uma.

Na semana passada ele foi até Nova York para entregar à Secretária Geral da ONU para a Juventude um pedido para que o idioma português seja incluído entre os idiomas oficiais das Nações Unidas.

O pedido foi feito em uma carta de próprio punho, endereçada para o Secretário Geral da ONU, António Guterres.

Na carta para a ONU, ele defende que tornar o português uma das línguas oficiais da ONU ajudaria a “nos tornar mais fortes para defender as nossas ideias e projetos”.

Atualmente, a ONU tem seis línguas oficiais: árabe, chinês, espanhol, francês, inglês e russo.

O menino brasileiro já publicou dois livros bilíngues (português e inglês) e ganhou o prêmio da Nasa quando tinha 7 anos de idade.

Prêmio da Nasa

Em um de seus livros, João Paulo conta a história de 3 amigos que constroem um foguete com materiais recicláveis e vão em direção ao Espaço.

Foi com essa obra que o garoto se inscreveu no concurso do Centro de Pesquisa da Nasa.

Como o concurso exigia, no entanto, que a história falasse também sobre uma estação espacial, o menino fez com que a história do livro continuasse em um jogo, que o próprio garoto ajudou a programar.

Mesmo concorrendo com 6 mil estudantes do mundo inteiro, o menino levou o primeiro lugar na categoria mérito literário junto com uma indiana.

Veja a cartinha dele:

Foto: Fernanda Calfat

Foto: Fernanda Calfat

Com informações do G1 e SnB

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.