Advogado mais jovem do Brasil tem 18 anos é de Brasília

Mateus ao centro, com os irmãos João e Clarissa, também advogados - Foto: arquivo pessoal / reprodução autorizadaMateus ao centro, com os irmãos João e Clarissa, também advogados - Foto: arquivo pessoal / reprodução autorizada

O mais jovem advogado do Brasil recebeu nesta sexta, 27, a carteira da OAB. Ele tem apenas 18 anos de idade e bateu o recorde anterior que era de um jovem de 19 anos.

Mateus de Lima Costa Ribeiro nasceu em 2 de fevereiro de 2000, em Brasília. Ele é filho de dois advogados: João Costa Ribeiro Filho e Rosilene de Lima Costa Ribeiro.

Mateus contou em entrevista ao SóNotíciaBoa que entrou na UnB, Universidade de Brasília, quando tinha 14 anos, antes mesmo de se formar do ensino fundamental.

“Quando eu passei no vestibular, eu ainda estava na metade do nono ano, não tinha nem começado o ensino médio ainda e a UnB exige que você tenha concluído o ensino médio para entrar na faculdade”.

Sabendo que Mateus era um aluno muito acima da média, a família dele entrou com um pedido de liminar na justiça para autorizar o jovem a entrar na universidade tão cedo.

“Nós tivemos que entrar na justiça pra eu ter uma permissão para fazer um supletivo, pra eu concluir o ensino médio no supletivo e só então fazer a minha matrícula na faculdade”, lembra.

A justiça autorizou e o jovem foi obrigado a passar por uma verdadeira maratona para conquistar sua vaga.

“No supletivo eu tive que fazer os quatro anos – o nono ano, o primeiro, segundo e terceiro ano do ensino médio – em 24 horas, porque a matrícula da UnB estava acabando. Eu fiz cerca de 50 provas em 24 horas e passei em todas”, comemora.

Então, em julho de 2014, aos 14 anos, Mateus entrou na UnB.

O brasiliense concluiu o curso de Direito este mês, exatamente no dia 17 de julho, quando estava com 18 anos, 5 meses e 15 dias. Assim, ele se tornou o mais jovem bacharel em Direito da história formado em universidade federal.

E antes de se formar em Direito, foi aprovado no XXV Exame da OAB, Ordem dos Advogados do Brasil e recebeu sua carteira de advogado nesta sexta, 27 de julho de 2018, com 18 anos, 5 meses e 25 dias, quando conquistou o título de advogado mais jovem do Brasil.

O secretário-geral da OAB-DF, Jacques Veloso, disse que o Mateus preenche todos os requisitos e está apto a exercer a atividade.

“Está tudo dentro da legalidade. Nos sentimos orgulhosos de ter o advogado mais jovem do Brasil”,  elogiou em entrevista ao Metrópoles.

Mateus de Lima Costa Ribeiro - Foto: arquivo pessoal / divulgação autorizada

Mateus de Lima Costa Ribeiro – Foto: arquivo pessoal / divulgação autorizada

Prodígio

Apesar da pouca idade, Mateus já é fluente em português, inglês, francês e espanhol.

Desde os 11 anos, a família sabe que ele tem habilidades especiais.

O aviso foi dado pelos professores dele em 2011, quando o menino foi convidado a estudar no Centro para Juventude Talentosa – Center for Talented Youth – da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

Em 2013, o adolescente recebeu, na Universidade de Yale, o prêmio anual de conquista acadêmica, do programa International Talent Search, por estar entre os melhores 10% dos alunos do Center for Talented Youth.

Aos 13 anos, foi aprovado no vestibular de Direito da Universidade Católica de Brasília, em 7º lugar, mas não ingressou no curso.

Em 2014, aos 14 anos, venceu a Olimpíada Regional do Distrito Federal de Raciocínio, jogando damas.

Em 2017, aos 17 anos, venceu o Concurso Literário da Universidade de Brasília. Entre 150 concorrentes, Mateus ficou em 1º lugar da categoria Contos e Crônicas.

Planos

Agora com a carteirinha da OAB nas mãos, o novo advogado revelou que está cheio de planos.

“E quero advogar nas áreas de direito constitucional, eleitoral e penal. Mas também vou seguir na carreira acadêmica, fazer mestrado e doutorado”, conclui.

Mateus com o pai João Costa Ribeiro Filho - Foto: arquivo pessoal

Mateus com o pai João Costa Ribeiro Filho – Foto: arquivo pessoal/divulgação autorizada

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.