Multinacional emprega 1.300 trans no Brasil, sem preconceito

Centro de Operações da Atento no Brasil Foto: DivulgaçãoCentro de Operações da Atento no Brasil Foto: Divulgação

Inclusão sem preconceito. A lição é de uma multinacional do call center que emprega 1.300 trans no Brasil, entre os seus 78.000 funcionários.

A grande maioria dos transexuais da Atento trabalha como atendente de telemarketing e ganha salário mínimo.

Outras empresas como a Brakem, IBM, Avon e Carrefour também admitem pessoas trans no país.

Continue Lendo