Com dívidas, desempregado devolve carteira com R$ 3,4 mil

Foto: Divulgação/PMDFFoto: Divulgação/PMDF

Mais um daqueles exemplos de honestidade foi dado em Brasília, por um desempregado que está há 3 anos sem trabalho e que, por ironia do destino, encontrou uma carteira com 3,4 mil reais.

Walter Hudson dos Santos, de 47 anos, é motorista por profissão e na última segunda-feira, 08, foi a uma agência bancária para pedir empréstimo de 250 reais e pagar as contas que foi negado.

Na saída da agência do Banco de Brasília, BRB, como por obra divina, Walter encontrou uma carteira com o dinheiro.

“Quando olhei para o lado, tinha uma carteira cheia de nota de R$ 100 para fora. Eu peguei, como não encontrei o dono, preferi sair para procurar”, disse ao G1.

Ele lembra que ficou chateado com a negativa do empréstimo de R$ 250 no banco, mas ainda sim, ao encontrar o dinheiro, preferiu ir até um posto policial buscar ajuda para localizar o dono.

“Um grande homem me ensinou lá no Piauí que todo nome me cabe, menos o nome de ladrão. Essa frase carrego no meu coração para sempre”, contou.

O dono

O desempregado procurou a Polícia Militar e pediu ajuda para encontrar o dono do dinheiro.

No posto da PM, o rapaz que está sem emprego e diz “passar por dificuldades”, contou sobre a carteira encontrada e foi elogiado pelos policiais.

Com a identificação do sargento em mãos, eles localizaram o aposentado e marcaram um encontro.

Para surpresa de todos, a carteira pertencia a um PM aposentado, o sargento José Pedro da Silva, de 50 anos.

Ele tinha ido até a agência no Recanto das Emas para pagar as contas da família. “Tinha arrecadado esse valor com meus irmãos, que são mais humildes que eu”, contou.

No local combinado, Hudson e José Pedro se encontraram pela pela primeira vez.

Trocaram abraços e a promessa de uma grande amizade.

Honestidade

O motorista desempregado Walter Hudson dos Santos disse que “em nenhum momento pensou em ficar com o dinheiro”.

 

Agora é torcer para que Walter consiga logo um emprego! Quem não gostaria de ter um funcionário assim?

Com informações da Gazeta Web e G1

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.