As 5 estações de trem mais bonitas da Europa. Conhece?

Foto: divulgaçãoFoto: divulgação

A era do slow travel, um conceito que defende desacelerar e fazer viagens mais lentas e tranquilas, vem conquistando turistas e movimentando as estações ferroviárias do mundo.

Sim, viajar de trem e apreciar os lugares com mais foco e menos internet tem feito viajantes atravessarem fronteiras sobre trilhos –  desde a histórica Grand Central, de Nova York, a estação mais congestionada do mundo, até Mumbai, na Índia, com Chhatrapati Shivaji, tombada como patrimônio da Unesco em 2004.

Agora o site GoEuro, uma plataforma de viagens que permite procurar e reservar trens, ônibus e voos, elegeu cinco estações ferroviárias como as mais belas da Europa.

Os quesitos foram arquitetura assinada por grandes designers do passado, estilo e localização. Só por isso já valer a pena conhecê-las.

Veja o ranking e as fotos abaixo:

1) Estação de St. Pancras (Londres): Inaugurada em 1868, a estação festejou 150 anos no último 1º de outubro. Projetada por George Gilbert Scott, St Pancreas é um trabalho de arquitetura gótica vitoriana. Ela foi modernizada em 2007, quando se tornou a nova sede da Eurostar, ligando Londres a Paris e a Bruxelas, e hoje acolhe até hotéis e restaurantes de luxo.

 

Estação de St. Pancras / Londres - Foto: iStock

Estação de St. Pancras / Londres – Foto: iStock 

2) Amsterdam Central Station (Amsterdã): Projetada pelo holandês Pierre Cuypers, a estação foi construída em 1889 sobre uma ilha artificial, o que acabou atribuindo a ela a categoria de monumento nacional. Realizada inteiramente com tijolos vermelhos, a faixada em estilo neorenascentista holandês já choca à primeira vista, com decorações que celebram o passado marítimo da cidade.

 

Amsterdam Central Station / Holanda - Foto: Reprodução / Twitter

Amsterdam Central Station / Holanda – Foto: Reprodução / Twitter

3) Estação de Liège-Guillemins (Liège): Aberta pela primeira vez em 1842, a estação belga mudou completamente os ares em 2009 com a chegada da alta velocidade. Ela passou por uma repaginada  assinada pelo espanhol Santiago Calatrava, que, com suas grandes linhas de aço, vidro e cimento, transformou a estação em uma das obras de arquitetura contemporânea mais interessantes do país.

 

Estação de Liège-Guillemins / Bélgica - Foto: Reprodução / Twitter

Estação de Liège-Guillemins / Bélgica – Foto: Reprodução / Twitter

4) Estação Central de Antuérpia (Antuérpia): Também na Bélgica, essa estação foi construída entre 1895 e 1905, e apresenta uma mistura de estilos como o neobarroco, o neorenascentista e até o art nouveau. O edifício é uma obra do arquiteto Louis de la Censerie e do engenheiro Clement Van Bogaert.

Estação Central de Antuérpia/Bélgica - Foto: reprodução / Twitter

Estação Central de Antuérpia/Bélgica – Foto: reprodução / Twitter

5) Estação Central de Milão (Milão): Inaugurada em 1931, mistura diversos estilos em sua construção, mas o modernismo do século 20 foi sua principal inspiração. Os trabalhos de restruturação em 2005 deram luz a uma beleza que há tempos estava escondida na estação, como os baixo-relevos assinados por grandes escultores italianos.

Milan central train station Itália - Foto:

Estação Central de Milão / Itália – Foto: iStock

Com informações do Metrópoles

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.