Abaixo-assinado bate 2,3 milhões contra aumento de salário do STF

STF - Foto: SNB/arquivoSTF - Foto: SNB/arquivo

Em menos de 3 dias, o abaixo-assinado online contra o aumento de salário dos ministros do STF, Supremo Tribunal Federal, bateu 2,3 milhões de assinaturas e pretende chegar a 3 milhões.

O reajuste de 16% – que indignou está mobilizando os brasileiros – aumenta a remuneração dos magistrados dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil e provoca impacto de R$ 6 bilhões por ano nas contas públicas.

A iniciativa é para pressionar o presidente Michel Temer a vetar o reajuste aprovado no último dia 7, quarta-feira. Para participar do abaixo-assinado online clique aqui.

Continue Lendo