País fecha maior matadouro de cachorros e transforma em parque

Fotos: AFP/Humane Society InternationalFotos: AFP/Humane Society International

A Coreia do Sul fechou o maior matadouro de cachorro do país para transformá-lo em parque público.

O complexo Taepyeong-dong, em Seongnam, já abrigou seis frigoríficos que supriam grande parte da demanda do país por carne canina.

Na semana passada as autoridades começaram a derrubar as instalações do matadouro, para alegria dos bichinhos e dos ativistas dos direitos dos animais.

“Tanto como cidadã coreana, quanto como ativista de animais, foi incrivelmente comovente para mim uma parte do fechamento histórico desse notório matadouro de cães”, disse Nara Kim, da Humane Society International, em comunicado.

Sinais da mudança

O fechamento do complexo ocorre em um momento em que o consumo de carne de cachorro está em queda na Coreia do Sul, particularmente entre as gerações mais jovens.

Uma pesquisa feita em junho mostra que 70% dos sul-coreanos dizem que não comerão carne de cachorro no futuro.

A série de medidas recentes tomadas para conter o comércio de carne de cachorro reflete uma sociedade cada vez menos à vontade com a prática.

Em abril deste ano, um tribunal distrital de Bucheon multou um agricultor sob a Lei de Proteção Animal por abate ilegal de animais, determinando que o consumo de carne não era uma justificativa legal para matar cães.

Em agosto, a cidade de Seul anunciou que não haverá mais abatedouros de cães no mercado de Kyungdong, em Dongdaemun.

Naquele mesmo mês, operadores de um matadouro ilegal de cães foram processados por poluição da água, e a Casa Azul do Presidente Moon Jae-In prometeu retirar cães e gatos da definição legal sobre o gado.

“Isso realmente parece um momento marcante no desaparecimento da indústria de carne de cachorro na Coréia do Sul e envia a mensagem clara de que a indústria de carne de cachorro é cada vez mais indesejável na sociedade coreana”, concluiu o comunicado.

Abatedouro fechado em Seongnam - Foto: AFP/Humane Society International

Abatedouro fechado em Seongnam – Foto: AFP/Humane Society International

Com informações do GNN

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.