Equação da pizza perfeita é descoberta por físicos da Itália

Foto: Italy.comFoto: Italy.com

Físicos italianos criaram a equação da pizza perfeita. O mais incrível é que para produzi-la basta apenas um forno elétrico caseiro.

E como colocar uma pizza crua em forno convencional costuma produzir maus resultados, eles pensaram em usar a magia da ciência, fazer um forno caseiro e produzir a mesma maravilha culinária feita no forno à lenha.

Os físicos escolheram como modelo de “perfeição” uma clássica pizza Margherita, sabor tradicionalmente italiano, que inclui tomate, mussarela e manjericão – reza a lenda, aliás, que as cores dos ingredientes representam o vermelho, branco e verde da bandeira da Itália.

Forno à Lenha?

O segredo está na temperatura do forno. Cada material, por natureza, possui um coeficiente de condutividade próprio (representado pela letra k).

E a chave da diferença está aí: os tijolos de fornos de pizza transferem calor muito mais lentamente para a massa que o aço dos fornos comuns, pois o metal possui uma condutividade muito maior do que a argila.

O que a equação resume são as condições para que um forno convencional imite um forno de tijolos tradicional de pizza. É tudo uma questão de equilibrar tempo e calor.

Para uma pizza simples como a Margherita, o equivalente a passar 2 minutos em um forno à lenha de 300 ºC é ser aquecido no forno elétrico por 170 segundos (2min50s) a 230 ºC.

O sabor não vai ficar 100% igual, pois a fumaça da lenha e o calor seco também afetam o paladar.

Mas, pelo menos para a termodinâmica, a equação fornece temperatura e tempo ideais para qualquer receita de pizza.

Recheios mais complexos e com mais teor de água como vegetais, por exemplo, vão resultado em tempos mais longos de cozimento.

O estudo

Eles observaram pizzaiolos experientes cozinhando e, depois de tanto estudo, produziram o artigo científico “A Física de Cozinhar uma Boa Pizza”.

Ele foi publicado na Cornell Library pelos físicos Andrey Varlamov do Instituto de Supercondutores, Óxidos e Outros Materiais Inovadores e Dispositivos de Roma, Andreas Glatz da Northern Illinois University e um antropólogo alimentar, Sergio Grasso, um autor e cineasta de Roma.

A conclusão pode ser resumida em uma única expressão matemática: a Equação Termodinâmica da Pizza Perfeita quase incompreensível de se ver, mas entendível.

Veja a equação que eles descobriram. É claro que você não vai precisar saber disso, já que descobriu o segredo:

equacao_pizza

Com informações da Super

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.