Natal Invisível leva amor e 1.000 refeições à Cracolândia em SP

Foto: reprodução / Youtube / SP InvisívelFoto: reprodução / Youtube / SP Invisível

Mil pessoas em situação de rua receberam refeição com dignidade e carinho neste Natal em São Paulo.

Além da ceia, voluntários do projeto Natal Invisivel 2018 levaram banho, atendimento médico, dentista, presentes, música e atenção a essas pessoas que vivem na Cracolândia, no centro da maior cidade brasileira.

“O legal, que eu admiro, é que as pessoas deixaram seus filhos, suas famílias, para estar aqui no Centro de São Paulo”, reconheceu Cícero, um dos beneficiados pela festa. (vídeo abaixo)

Os 250 voluntários do projeto chegaram cedo e fizeram uma limpeza na área.

“O lugar tava muito sujo, eles limparam. Eu agradeço a todos eles porque… é incrível isso”, disse Cícero.

 A ceia

O pessoal do Natal Invisível montou duas mesas gigantes, com toalhas, pratos e talheres… preparou a comida e serviu a refeição quentinha aos moradores em situação de rua.

“Eu tomei um bom banho, almocei maravilhosamente bem e não só isso. Eu ganhei uma baita de uma sobremesa: esse sorvete aí é só Deus.”

Com a alegria de quem recebeu um presente imenso, Cícero sabe que a felicidade deste dia de Natal vai acabar amanhã, mas a gratidão dele vai permanecer.

“Eu agradeço muito quem apoiou essa ideia. Hoje estar aqui é maior felicidade”, concluiu.

André Soler, fundador do movimento SP Invisível – organizador da festa – disse em entrevista ao SóNotíciaBoa que o que motiva essa boa ação desde 2014 é o amor.

“As luzes de Natal iluminam as ruas, mas só o amor pode iluminar nosso coração e as vidas que estão nas ruas. Um coração cheio de luz ilumina por onde passa”, afirmou.

Veja como foi a festa:

SP Invisível

O SP Invisível é um movimento para abrir os olhos e a mente das pessoas através das histórias dos “invisíveis”, para motivar as pessoas a terem um olhar mais humano.

A ideia surgiu em 2014 de um incomodo em São Paulo onde as pessoas andam, se esbarram, não se olham, umas não percebem as outras… principalmente os moradores de rua.

“Queremos humanizar as pessoas para que elas possam enxergar com as lentes do amor e ver no que todo mundo diz que é invisível, o João, a Maria, o José e suas histórias”. diz a página SP Invisível.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.