Após prisão e maus tratos na infância, Ryan é estrela da Broadway

Ryan na Broadway - Foto: Metropolitan OperaRyan na Broadway - Foto: Metropolitan Opera

Quem vê Ryan Speedo Green soltando a voz no Broadway, no Metropolitan Opera, nem imagina os maus tratos que ele sofreu quando era pequeno, nem que ficou na solitária de um centro de detenção juvenil aos 12 anos.

Aclamado pela crítica, a estrela da ópera é um barítono de 32 anos sofria abusos da mãe, foi criado em um lar problemático e cresceu em um bairro da Virgínia que era composto principalmente de casas pobres e viciados em drogas.

O ambiente insalubre contribuiu para o jovem ter dificuldade em controlar suas emoções. Pela escalada de explosões violentas na escola e em casa, ele foi colocado em um centro de detenção juvenil aos 12 anos de idade – e seus momentos mais difíceis foram passados na solitária, confinado.

Continue Lendo