Admirar melhora humor, saúde e a vida do ser humano

Foto: PixabayFoto: Pixabay

Já se pegou parado, admirando algo incrível, com o pensamento distante? Calma, você não está maluco!

Especialistas descobriram que as emoções que sentimos ao admirar algo grandioso fazem o ser humano se ver como um pequeno pedaço de algo maior e, assim, perceber que seus problemas podem não ser tão grandes quanto parecem. Isso reflete diretamente no bem-estar.

Admirar a Lua, as estrelas, um eclipse, o mar, o campo, aves no céu pode diminuir tendências egoístas, como a arrogância, o narcisismo e melhorar seu humor, sua saúde, sua vida.

Jennifer Stellar, PhD e professora assistente do Departamento de Psicologia da Universidade de Toronto, acredita que a admiração pode desempenhar um papel importante no fortalecimento da felicidade, saúde e nossas interações sociais.

Coisas tão simples que podem mudar a gente.

“É como reagimos quando vemos algo novo que não se encaixa com a nossa compreensão do mundo. Isso nos muda”, disse à NBC Amie Gordon, PhD e principal pesquisadora do Laboratório de Emoção, Saúde e Psicofisiologia da Universidade da Califórnia-San Francisco.

“Tudo isso é importante para o bem-estar”, reforça.

Amizades

Dados de um estudo de 2018 em que tanto Stellar quanto Gordon trabalharam descobriram que indivíduos que relataram sentir admiração com mais frequência em suas vidas diárias foram classificados como mais humildes por seus amigos.

E depois que os participantes experimentaram admiração como parte do estudo (assistindo a vídeos inspiradores), eles reconheceram os pontos fortes e fracos de uma maneira mais equilibrada e tinham maior probabilidade de reconhecer o papel das forças externas (como a sorte, um ser maior, ou outros) em suas realizações pessoais (como ser aceito em uma universidade), em comparação com indivíduos que não assistiram a vídeos inspiradores.

Saúde

Outra pesquisa da equipe de Stellar e Gordon descobriu que as pessoas que relataram sentir mais admiração também pareciam ter melhor saúde imunológica.

Em um grupo de 94 estudantes, aqueles que relataram mais regularmente sentir emoções mais positivas do que emoções negativas apresentaram níveis mais baixos de citocinas pró-inflamatórias crônicas.

As citocinas pró-inflamatórias podem ser úteis em certos cenários, se o corpo estiver ferido ou doente, mas níveis cronicamente elevados dessas moléculas foram associados a várias condições crônicas, como diabetes, doenças cardíacas e depressão.

 

Como admirar 

É possível sentir admiração em intensidades variadas e casa mesmo: ouvindo uma música, vendo um arranha-céu gigante ou lendo uma história de jornal sobre um herói, por exemplo.

A admiração é novidade e vastidão, diz Gordon. O espaço físico pode criar essa vastidão, assim como o talento de alguém ou a bondade de alguém, lembra.

E experiências negativas também podem desencadear a admiração – como desastres naturais -, acrescenta Gordon – embora os benefícios que esses momentos trazem ainda não estejam claros, diz ela.

Não há uma fórmula perfeita para o que pode provocar sua admiração, porque é diferente de pessoa para pessoa, mas há algumas coisas pra fazer que podem te ajudar:

1. Vá para a natureza

Pesquisas mostram que as pessoas classificam a natureza como uma das principais maneiras pelas quais experimentam admiração, diz Gordon. Tente chegar a um lugar onde você pode obter uma visão ampla do seu ambiente, diz ela. Ou dê um passeio pela natureza ao seu redor e tente procurar por algo que você nunca viu antes, diz ela.

2. Saia da sua zona de conforto

A novidade é uma grande parte da admiração. Visite algum lugar que você nunca esteve. Tente algo Novo. Leia sobre alguém que você não conhece muito ou uma biografia de alguém que o inspira , sugere Gordon.

3. Levante a cabeça

Faça experiências de verdade, em vez de assistí-las nos filmes no seu smartphone. “Seu telefone nunca será tão intenso quanto estar lá pessoalmente.” Levante a cabeça e admire. Olhe acima do seu telefone e outras distrações e viva emoções que só a realidade pode oferecer.

4. Tenha mente aberta

Parte da experiência de admiração é aquela sensação de pequenez que faz com que você se redimensione – ou se veja em uma luz diferente, diz Beau Lotto, PhD e neurocientista e fundador do laboratório de pesquisa experimental, o Lab of Misfits .

Recentemente, Lotto e seus colegas fizeram uma parceria com o Cirque du Soleil Entertainment Group para observar como as performances ao vivo dos artistas provocam admiração e como ela muda a atividade cerebral.

O conselho de Lotto para se sentir mais admirado é se envolver com o mundo com uma mente mais aberta, ver possibilidades, fazer perguntas e procurar o impossível.

Com informações da NBCNews/MSN

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.