Aos 102 anos Yukiko saltou de paraquedas com filha e neta. Assista!

Yukiko saltando - Foto: Dina Sakagute/Arquivo PessoalYukiko saltando - Foto: Dina Sakagute/Arquivo Pessoal

Uma idosa de 102 anos fez o que muito jovem morrem de medo. Ela saltou de paraquedas com a filha e a neta.

Yukiko Urata surpreendeu a todos no Centro Nacional de Paraquedismo, em Boituva, em São Paulo, no último fim de semana.

Ela saltou com a filha Dina Urata Sakagute, de 59 anos, e a neta Karina Tizuka Urata Sakagute, de 26,

Dina conta que o salto foi bem mais tranquilo para a mulher centenária do que se esperava

“No sábado ela estava bem tranquila. Saltou sem nenhum problema. Ficou apenas um pouco cansada. No dia seguinte ela estava super preocupada em passar o vídeo para os parentes verem. Queria que gravasse para levar na casa deles. Sendo que hoje é só postar e todo mundo vê”, brinca a filha em entrevista ao G1.

A ideia

Dina mora com a família em Guarulhos, na Grande São Paulo e explica que passava com certa frequência por Boituva e via os paraquedistas no céu.

Foi uma amiga de Dina, que também era do time “um dia quero saltar”, que a incentivou a praticar a atividade esportiva. A filha Karina, que já havia saltado uma vez, motivou a mãe, diz.

O convite 

Dina convidou a mãe para saltar e disse que a família se surpreendeu quando Yukiko levou a sério o convite feito de brincadeira.

Um detalhe que chamou a atenção da Dina é que até a mãe centenária queria saltar, mas os homens da família fugiram do convite. “Ninguém quis. Só foi a mulherada. Três gerações de mulheres saltando juntas.”

Dina conta que a mãe precisou colocar uma prótese em uma das pernas depois de fraturar o fêmur, em novembro de 2017, e que por isso não poderia apoiar os pés no chão na hora do pouso.

“Eu fui conversar com o instrutor e ele me disse que não teria problema. O pouso seria ele quem colocaria os pés no chão. Ela não sofreria o impacto”, explica.

Sobre a saúde da idosa, a filha conta que não toma nenhum remédio.

“Não é diabética, nem hipertensa, não reclama de dores. Lê jornal japonês todos os dias, sempre compro livros porque ela adora ler. Come muita fruta e pouca carne. Levo para assistir musicais, concertos, óperas, circo, shows de música japonesa, enfim, ela não fica ‘parada’ no tempo.”

Dina conta que a mãe virou uma celebridade no Centro de Paraquedismo após o salto.

Todos que estavam no local queriam tirar foto com ela, inclusive os instrutores.

Foto: Dina Sakagute/Arquivo Pessoal

Foto: Dina Sakagute/Arquivo Pessoal

Foto: Dina Sakagute/Arquivo Pessoal

Foto: Dina Sakagute/Arquivo Pessoal

Dina Sakagute/Arquivo Pessoal

Dina Sakagute/Arquivo Pessoal

Veja como foi o salto:

Com informações do G1

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.