Drones plantam milhares de árvores e mudas começam a aparecer

Foto: reprodução biocarbonFoto: reprodução biocarbon

Recentemente, o SóNotíciaBoa divulgou aqui sobre o plantio de milhares de árvores por drones e agora isso virou realidade.

A empresa de BioCarbon Engineering usou os drones inteligentes para plantar árvores em grande escala e o trabalho começa a aparecer: as mudas já estão crescendo.

Eles foram desenvolvidos por um ex-engenheiro da NASA e projetados para disparar vagens de sementes pré-germinadas no solo.

E o método é mais rápido e muito mais barato do que o plantio tradicional.

A BioCarbon tem trabalhado com a organização conservacionista Worldview International Foundation, sem fins lucrativos , para replantar mudas de mangue em Mianmar, região devastada por um ciclone tropical, em 2008.

Desde que os drones começaram seu trabalho em setembro, as mudas passaram a ter 20 centímetros de altura, o que oferece uma nova e empolgante evidência de que os drones podem ser implantados em uma escala muito maior.

“Agora temos um caso confirmado de quais espécies podemos plantar e em quais condições”, disse a co-fundadora da BioCarbon, Irina Fedorenko, à Fast Company .  Estamos prontos para ampliar nosso plantio e replicar esse sucesso”.

Ao longo dos últimos sete anos, a Worldview tem trabalhado com as comunidades de Myanmar para plantar mais de 6 milhões de árvores – mas agora, com a ajuda dos drones, eles esperam plantar mais 4 milhões de árvores até o final do ano.

Representantes estimam que com dois trabalhadores locais sendo treinados para operar uma frota de dez drones, eles poderiam plantar até 400.000 árvores por dia.

Supondo que o projeto continue a mostrar sucesso, os drones poderão em breve ajudar a ressuscitar paisagens degradadas em todo o mundo.

Com informações do GNN

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.