Escola de astro do basquete pra recuperar alunos problemáticos deu certo

Foto: Divulgação/ I Promise SchoolFoto: Divulgação/ I Promise School

É possível sim recuperar alunos considerados problemáticos.

Na escola I Promise School, 90% dos estudantes já ultrapassaram as metas de habilidades matemáticas e de leitura estabelecidas pelo Estado de Ohio.

O colégio, na cidade de Akron, nos EUA, é bancado pelo astro do basquete norte-americano LeBron James. (foto abaixo)

Funcionando há apenas um ano, o colégio de alunos “problemáticos” já apresenta resultados mais sólidos do que 99% dos colégios da região, como mostra uma reportagem do The New York Times.

Expulsos e rejeitados

A I Promise School começou a funcionar em julho de 2018, com 240 estudantes do 4º e do 5º ano do ensino fundamental.

Os alunos escolhidos para a primeira fase deste projeto haviam sido rejeitados ou expulsos dos outros colégios da região por causa de notas baixas ou mau comportamento.

O diferencial do colégio, segundo a diretora, Brandi Davis, é a criação de um ambiente harmônico, em vez de manter foco exclusivo no que é ensinado e aprendido em sala de aula.

“Os alunos são saudados com abraços e high-fives (cumprimento batendo as mãos abertas) pelos funcionários, depois seguem curtindo um som pelas escadarias até o refeitório”, descreve a reportagem do NYT.

Lebron James - Foto: Basketballforever

Lebron James – Foto: Basketballforever

LeBron James

LeBron James é, atualmente, o maior nome da NBA, a liga profissional de basquete dos Estados Unidos.

Em uma eleição organizada pela ESPN norte-americana, com participação de especialistas no esporte, LeBron foi considerado o terceiro maior jogador da história, atrás apenas das lendas Michael Jordan e Kareem Abdul-Jabbar.

O salário anual de LeBron James é estimado na casa dos R$ 140 milhões.

O atleta mantém diversos projetos sociais, a exemplo da I Promise School, com foco em comunidades negras e/ou pobres.

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.