Estudantes brasileiras são selecionadas para programa espacial nos EUA

Lara, Maria Clara e Alice - Foto: MarianaLara, Maria Clara e Alice - Foto: Mariana

Lugar de mulher é na ciência e isso quem está provando são estudantes brasileiras.

Com apenas 16 anos, as jovens Lara Campos, Maria Clara Quintanilha Tavares e Alice Calmon foram selecionadas para um programa aeroespacial nos Estados Unidos. Elas vão passar cinco dias na National Flight Academy, na Flórida, aprendendo sobre aeronáutica e ainda participando de simulação de voos.

“É uma área que nunca imaginaria ter contato”, afirma Lara, que também comemora o fato de poder conhecer pessoas de vários países. “É um intercâmbio cultural também porque eu vou fazer esse curso com pessoas do mundo inteiro, além de poder praticar o inglês.”

A jovem conta que ficou sabendo do projeto pelas redes sociais e logo decidiu se inscrever no formulário.

“Eu respondi que o programa seria muito importante para acrescentar na minha vida, tanto pessoalmente como academicamente. É um peso no currículo”, afirma.

O curso será voltado à área de STEM, sigla em inglês para Science, Technology, Engineering e Mathematics, ou Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, em português.

Para Alice, o programa será importante em seu presente e futuro.

“Desde a profissão que desejo seguir e até me encontrar pessoalmente”, afirma.

Maria Clara concorda: “É uma oportunidade única para eu crescer profissionalmente e como pessoa”.

Passagens

O programa será entre 30 de junho e 05 de julho, patrocinado pela companhia aérea Delta, em parceria com a ONG Junior Achievement — que estimula o empreendedorismo jovem.

As estudantes, tiveram problemas para pagar as passagens que não eram por conta do programa. Chegaram até a fazer uma vaquinha online para cobrir os custos de 25 mil reais , mas a Gol fez uma surpresa.

“A [companhia aérea] Gol entrou em contato com a gente e disse que patrocinará as nossas passagens. Então vamos dar um outro destino para o dinheiro, mas ainda não sabemos qual”, afirma Lara.

As estudantes embarcam no dia 29 de junho pela manhã.

Lara também comemora o fato de três meninas terem sido selecionadas pelo programa.

“Nossa sociedade tende a achar que os homens são melhores, e academicamente falando isso acontece principalmente em Exatas. Acho que três garotas terem ganho mostra que nós somos capazes. Lugar de mulher é onde ela quiser e nós vamos ocupar cada vez mais espaço.”

Com informações da Galileu

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.