Daniel, pianista cego e autista, conhece Sandy e Júnior: vídeo fofo

Júnior, Daniel e Sandy - Foto: reprodução / InstagramJúnior, Daniel e Sandy - Foto: reprodução / Instagram

Daniel, o menino cego, autista e pianista de 7 anos, que toca todo o repertório de Sandy e Júnior, realizou o sonho de conhecer a dupla neste sábado, 20, em Brasília. O vídeo do encontro é emocionante e foi enviado pela mãe deles, Hedrienny Cardoso, ao SóNotíciaBoa. (assista abaixo)

O garoto, que mostramos este mês aqui o portal, esteve com os artistas no camarim, antes do show no estádio Mané Garrincha.

“Foi incrível! A Sandy e o Júnior são muito sensíveis. Teve uma química entre o Daniel e o Júnior. E o Dan não dá moral assim pra uma pessoa que ele acabou de conhecer. A sensibilidade do Júnior de perguntar ‘posso pegar você no colo’… e o Daniel deixou! Pra arrancar um sorriso desse menino você não tem noção! E ele sorrindo! E olha que o Daniel não gosta de foto e ele tirou feliz”, disse Hedrienny em entrevista ao SóNotíciaBoa.

A mãe ficou encantada com o carinho da dupla famosa com seus filhos.

“Eles falaram que assistiram vídeos dos meninos. Nossa, o Dan ficou eufórico, muito feliz. A Júlia também”, contou Hedrienny.

E os artistas incentivaram as crianças a seguir no mundo da música.

“A Sandy falou pra Júlia: ‘ah, você canta muito bem’. Ela ficou eufórica, se sentindo orgulhosa, autoestima lá em cima. O Júnior falou para o Dan: “cara, você toca muito! Continua tocando, você arrasa, a gente assistiu'”, disse a mãe.

“Eles foram muito sensíveis, muito! Eu to ainda mais apaixonada por Sandy e Júnior. A sensibilidade deles é encantadora”.

Depois do vídeo, veio a sessão de fotos e, claro, o show da dupla na capital Federal.

História

Daniel é de Brasília e se interessa por música desde muito cedo. Ele é o primeiro filho de Hedrienny, 33 anos, e Robson Ribeiro dos Santos, 37, engenheiro mecatrônico.

O garoto nasceu cego, mas só recebeu diagnóstico dois anos depois: amaurose congênita de Leber, uma distrofia retiniana que causa cegueira infantil.

O casal ainda não sabia que se tratava de uma doença com herança genética. A segunda filha, Júlia, também nasceu cega. Já Pedro, o caçula de 2 anos, veio ao mundo sem deficiências.

O autismo foi notado pouco depois, quando Júlia tinha um aninho e Daniel, 3.

Brincadeiras quase nunca despertavam a atenção dele. Só a música e sons diversos, de ruídos domésticos a urbanos. Reproduzir o que ouve, por sinal, faz parte do aquecimento do músico antes das gravações.

Desafio

Dan é tão fã da dupla que já gravou todas as 178 músicas de Sandy e Junior, depois de desafios feitos pela mãe para estimular e fazer o filho relaxar.

Hedrienny Cardoso propôs que ele gravasse todas as músicas da dupla até o dia 20 de julho, dia que os irmãos irão se apresentar em Brasília, onde vive a família.

Autodidata e com ouvido absoluto, Daniel só precisa escutar a música duas ou três vezes para tocá-la em seguida no piano.

Toda essa história de amor e superação terminou com abraços, o colo e o carinho da dupla Sandy e Júnior. Assista:

Daniel e Júlia com Sandy e Júnior - Foto: reprodução / Instagram

 

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.