Homem emagrece 80 quilos para ser doador e salvar a irmã

Foto: reproduçãoFoto: reprodução

A força do amor! Jonathan Coronado emagreceu 80 quilos para ser doador de rim e salvar irmã mais nova, Denise, que sofre de uma doença rara.

Ele não podia doar um rim pra ela, porque estava com 165 quilos.

Os médicos disseram que se Denise – diagnosticada com o problema aos 13 anos – não recebesse um novo rim, nunca teria uma vida normal.

A doença da irmã de Jonathan é conhecida como púrpura de Henoch-Schönlein, que inflama os pequenos vasos sangüíneos nos intestinos e nos rins.

Foi então que Jonathan resolveu doar o órgão e imediatamente começou perder peso.

Como

Ele se concentrou em cortar uma coisa de cada vez, começando com refrigerante, doces e pão.

“Aprendi. Quanto mais eu perdi peso, mais eu fiquei confiante e acabou se tornando um hábito”, disse ele.

Jonathan também começou a se exercitar, com caminhadas no parque e depois, numa academia, pra treinar força.

Ele conseguiu perder 100 quilos nos primeiros seis meses, de 2014 à 2015, mudando apenas os hábitos alimentares com uma dieta saudável. Daí em diante, não parou mais.

“Eu senti que precisava perder mais, então eu reajustei minha dieta e minha ingestão de calorias”, contou.

Jonathan se concentrou em fazer mais refeições em casa e ir ao ginásio, perdendo mais 30 quilos antes que os médicos lhe dissessem que ele precisaria baixar ainda mais o peso para doar seu rim.

Ele chegou então 88 quilos.

A doação

Em 10 de setembro de 2018, Jonathan e Denise entraram no UT Southwestern Medical Center, nos EUA, onde seu rim saudável foi transplantado para a irmã.

Deu certo. Denise se recuperou e ficou mais saudável do que nunca.

“Agora, ela é uma estudante universitária. Foi uma mudança de vida para ela. Ela começou a ser mais feliz”, disse Jonathan.

“Ela está começando a sair, se divertir e fazer as coisas que ela não podia quando estava em diálise … Isso me deixa feliz.”

Ajuda

Jonathan quer ajudar outras pessoas que se sentem desesperadas e precisam perder muito peso.

“Mude apenas uma coisa [por vez]. Quando as pessoas começam a perder peso, elas excluem tudo. Comece devagar. Vai fazer a diferença”, ensina.

“Eu fiz isso por ela e por mim mesmo. Eu fiz isso para nós dois.”

“Eu vou para a academia, faço 45 minutos de levantamento de peso e faço 30 minutos de cardio quatro dias por semana”, disse ele.

O peso de Jonathan agora estabilizou em 90 quilos.

Ele salvou a vida da irmã e a dele.

Agora Jonathan pode acompanhar o filho e aguarda com expectativa um futuro brilhante cheio de amor e bem-estar.

Jonathan e a irmã Denise Foto: Facebook

Jonathan e a irmã Denise Foto: Facebook

Jonathan e a esposa Foto: Facebook

Jonathan e a esposa Foto: Facebook

Com informações do Inspire More

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.