Presidente de Parlamento embala bebê de pais gays durante debate

Fotos: Reprodução/Twitter Trevor MallardFotos: Reprodução/Twitter Trevor Mallard

Apoio à diversidade! O presidente do Parlamento da Nova Zelândia embalou o bebê de um casal homoafetivo, enquanto presidia um debate nesta quarta, 21 e a imagem viralizou nas redes sociais.

Trevor Mallard, ficou segurando o filho de um dos integrantes da corte, Tāmati Coffey, político e ex-apresentador de televisão, que tinha acabado de voltar de licença-paternidade.

O presidente do Parlamento deu parabéns a Coffey e seu marido, Tim Smith, pelo nascimento do filho, Tūtānekai Smith-Coffey, no mês passado, por meio de barriga de aluguel.

Mallard postou no Twitter fotos do momento em que dava mamadeira e embalava a criança e, ao mesmo tempo, liderava a discussão.

“Normalmente, a cadeira do Líder é usada apenas por quem está presidindo, mas, hoje, um convidado VIP ocupou a cadeira comigo”, escreveu.

“Parabéns, @tamaticoffey e Tim, pelo mais novo membro da sua família”, afirmou.

Até a publicação desta reportagem, o post já havia recebido cerca de 1,7 mil curtidas.

Outro membro do Parlamento também publicou uma foto do próprio Tāmati Coffey segurando o filho no trabalho.

“Adorável ter um bebê na Casa, e que bebê lindo”, escreveu Gareth Hughes.

Em declarações ao site “Newshub”, Coffey disse que se sentia “realmente apoiado pelos meus colegas de toda a Câmara”.

Ao levar o neném para o trabalho, ele seguiu o exemplo da própria primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern: em setembro do ano passado, ela fez história ao levar a filha, então com 3 meses, a uma cúpula da Assembleia Geral da ONU.

 

Tāmati Coffey segura o filho no trabalho - Foto: Reprodução/Twitter Gareth Hughes

Tāmati Coffey segura o filho no trabalho – Foto: Reprodução/Twitter Gareth Hughes

Com informações do G1

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.