Bailarinos do Bolshoi dançam para pacientes em hemodiálise: assista!

Bailarinos do Bolshoi na clínica - Foto: Caroline BiondoBailarinos do Bolshoi na clínica - Foto: Caroline Biondo

Bailarinos do Bolshoi levaram o encanto da dança a pacientes que fazem hemodiálise em uma clínica do sul do país.

20 integrantes do Ballet Bolshoi de Joinville se apresentaram nesta quarta, 4, na clínica UNIRIM, em Curitiba, no Paraná, para 34 pacientes que fazem o tratamento porque têm diabetes e hipertensão.

“Foi maravilhoso! Os pacientes se emocionaram muito. Alguns nunca tinham visto uma dança na vida”, contou ao SóNotíciaBoa a médica Caroline Biondo, que trabalha na clínica e enviou o vídeo pra gente.

“Tudo começou quando o pai da Dra Michelle Mota, médica nefrologista da clínica , viu uma notícia na tv de Santa Catarina sobre o trabalho voluntário do Ballet Bolshoi em Joinville. Ela é apaixonada por ballet, e teve a ideia de trazer o ballet para os pacientes dela”, disse.

Foi uma forma de humanizar o tratamento usando a arte para levar novas experiências de vida aos pacientes.

“Os pacientes são submetidos a uma cansativa rotina, tendo que passar pela hemodiálise ao menos três vezes por semana, sendo que cada sessão dura quase quatro horas”, disse a Drª Michelle Mota ao ParanaShop.

Insuficiência Renal Crônica

A insuficiência renal crônica (IRC), caracteriza-se pela perda de função renal irreversível e exige tratamento do sangue para manter o paciente vivo.

A hemodiálise é o método de diálise mais empregado para remover substâncias nitrogenadas tóxicas do sangue e excesso de água.

Pacientes submetidos à diálise renal, em geral, desenvolvem depressão, comportamento não cooperativo, disfunção sexual, dificuldades relacionadas a ocupação e reabilitação.

Por isso a doença interfere na qualidade de vida e compromete o bem-estar físico e social desses pacientes.

A UNIRIM – Unidade Renal do Portão  – foi inaugurada e incorporada ao Grupo Instituto do Rim do Paraná no ano de 2001, atende pacientes do SUS e de convênios médicos e faz pelo menos  2.600 procedimentos dialíticos por mês.

Veja como foi a apresentação:

https://youtu.be/p_W1HD1SM_w

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.