Estados menos violentos do Brasil pra se viver: sai ranking

São Paulo, estado menos violento - Foto: PixabaySão Paulo, estado menos violento - Foto: Pixabay

O Estado de São Paulo é o menos violento do Brasil para se viver.

É o que mostra uma pesquisa divulgada nesta terça, 10, pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

São Paulo teve a menor taxa de homicídios do País (9,5 MVI/100 mil hab), em relação a ano passado.

Em segundo lugar aparece Santa Catarina (13,3), Minas Gerais (15,4 ) e o Distrito Federal (16,6).

Redução nacional

Em todo o Brasil houve uma redução de 10,4% dos casos relatados. Mesmo assim os números continuam altos.

Foram registrados 57,3 mil homicídios no Brasil ao longo de 2018, o que corresponde a uma média de 157 casos por dia. Lembrando que em 2017 houve  recorde no país, com mais de 64 mil assassinatos.

De acordo com o relatório, a queda de homicídios ocorreu em 23 das 27 unidades da federação, em todas as regiões do País.

A redução foi proporcionalmente mais acentuada no Acre (-25%).

Mas foi em Pernambuco (-23,4%) que a queda teve maior peso: entre 2017 e 2018, o Estado teve 1.257 homicídios a menos, quase 20% de toda a redução nacional.

Também tiveram reduções significativas nas taxas os Estados de Minas (-21,4%), Rio Grande do Sul (-21%) e Alagoas (-19,8%). A menor taxa pertence a São Paulo, 9,5.

“A queda retoma o patamar anterior a 2014, que já era alto. A redução, então, não significa que conseguimos mudar a situação de forma significativa, mas que a crise vista em 2016 e 2017 foi em parte superada”, disse o diretor-presidente do Fórum, o sociólogo Renato Sérgio de Lima.

São Paulo

“São Paulo é um estado que já vem há muito tempo apresentando uma redução nos índices de homicídios”, diz a diretora executiva do Instituto Sou da Paz, Caroline Ricardo.

De acordo com ela, um dos fatores que auxiliaram São Paulo a ter a melhor taxa do País é o fato de que o Estado atua em conjunto com prefeituras municipais para uma melhor solução dos problemas com a segurança pública locais.

Outro ponto importante é a integração entre as polícias Civil, Militar, Federal, Científica e Rodoviária Federal.

“Um exemplo de ação que ajudou a reduzir os índices criminais no Estado foi a Lei dos Desmanches, aprovada em 2014, que gerou certo impacto nos roubos de automóveis”, afirma Caroline.

O presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Elisandro Lotin, acrescenta que a redução tem vários fatores:

“Em 2018, a economia apresentou uma melhora significativa em comparação ao ápice da crise entre os anos de 2013, 2014 e 2015. A melhora econômica ajuda na redução dos crimes no País”, explica Lotin.

Mais violentos

De acordo com a pesquisa, os estados mais violentos do Brasil são:

  1. Roraima (66,6/100 mil hab)
  2. Amapá (57,9/100 mil hab)
  3. Rio Grande do Norte (55,4/100 mil hab)
  4. Pará (54,6/100 mil hab) e
  5. Ceará (52,8/100 mil hab)

Com informações do DCI e Metrópoles

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.