Ex-ginasta Laís Souza posta vídeo movendo ombros

Foto: reprodução instagramFoto: reprodução instagram

A motivação é grande e a ex-ginasta Laís Souza, de 30 anos – que ficou tetraplégica após acidente em competição há 5 anos – hoje comemora cada conquista, como a recuperação dos movimentos nos ombros.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Lais Souza balança os ombros para fazer um carinho no gato Baguera que está deitado ao lado dela.

“Houve melhora significativa no meu tronco. Agora consigo projetar ele para os lados, para frente e fazer carinho no Baguera. O gato é muito carinhoso. Dorme todas as noites grudadinho”, comemorou a ex-atleta.

Esta não é primeira fez que Laís mostra seus avanços. Em maio ela apareceu mexendo as pernas sozinha, como mostrou o SóNotíciaBoa.

Lais Souza celebra cada conquista no tratamento desde que ficou tetraplégica em um acidente de esqui às vésperas da Olimpíada de Inverno de 2014, quando havia se classificado para o esqui aéreo.

Nova cadeira

Hoje ela tem mobilidade do ombro para cima e consegue se apoiar para ficar sentada.

Os novos movimentos no tronco permitiram Lais sonhar com uma nova cadeira mecânica para conquistar maior autonomia em seu dia a dia.

“Estou em busca também de comprar uma cadeira que se movimenta pelo tronco, que aí vou conseguir me movimentar sozinha”, disse a ex-ginasta.

Lais Souza divulga seu tratamento na fisioterapia como forma de inspirar pessoas que passam por situação semelhantes à dela. O carinho no gato Baguera faz parte dessa fisioterapia.

O cachorro Skank também ajuda, assim como a noiva Paula Alencar.

Voltar a andar é um sonho que Lais Souza nunca abandonou, diz que mantém a esperança sem se iludir. Ela conseguiu ficar em pé com a ajuda de um estabilizador.

Carreira 

Ginasta desde criança, Lais Souza conquistou medalhas em Jogos Pan-Americanos e etapas da Copa do Mundo.

Ela disputou as Olimpíadas de Atenas 2004 e Pequim 2008. Só não foi a Londres 2012 por conta de uma lesão de última hora na mão.

Depois de deixar a ginástica, Lais se aventurou no esqui aéreo e com apenas um ano de treinamento já conseguiu a vaga nos Jogos de Inverno de Sochi 2014, mas o acidente dias antes da competição acabou com a trajetória olímpica dela.

A brasileira se chocou contra uma árvore em Salt Lake City, nos EUA, e teve séria lesão na terceira vértebra (C3) da coluna cervical, que comprometeu as suas funções motora, sensitiva e autonômica.

Assista a nova evolução de Laís:


View this post on Instagram

Desconheço melhor fisioterapia que o amor. 😻😸🐈🐾 @neymarjr @estacio_brasil @dodamiranda

A post shared by Lais Souza (@lalikasouza) on

 

Com informações Globo Esporte

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.