Policial flagrado fazendo a barba de sem-teto emociona e viraliza: vídeo

Sem-teto e o policial - Fotos: reprodução / Facebook e ABC7Sem-teto e o policial - Fotos: reprodução / Facebook e ABC7

A gentileza de um policial, que foi flagrado ajudando um homem a fazer a barba no meio da rua, tocou o coração do público norte-americano. (vídeo abaixo)

O morador em situação de rua Stanley Nelson, 62 anos, ganhou de uma mulher uma sacola cheia de artigos de higiene pessoal e suprimentos, incluindo uma navalha descartável e creme de barbear.

Como não havia torneira, nem espelho para fazer a barba, Nelson estava usando água da chuva – de uma poça da calçada – para molhar a navalha. Foi quando apareceu Jeremy Thomas, policial do Departamento de Polícia de Detroit e se ofereceu para ajudar o homem.

“Ele tinha creme de barbear nas mãos, no casaco, no rosto e no olhos”, disse o oficial Thomas à WXYZ . “Então eu fui até lá e disse ‘Com licença, senhor’ e … ele disse ‘eu vou embora, vou embora’ e eu disse ‘não, você precisa de ajuda?'”

Nelson aceitou e o momento em que o policial fazia a barba do morador em situação de rua foi capturado por Jill Metiva Schafer e seu marido, que estavam saindo de um jogo de beisebol e ficaram surpresos com a cena.

Viralizou

Ela postou as fotos no Facebook, elas foram compartilhadas por centenas de usuários de mídia social e agências de notícias.

Mais tarde, Nelson falou com repórteres que o procuraram e agradeceu pela bondade do policial.

“Foi lindo o que ele fez, e Deus o abençoará por fazer isso por mim, porque ele não precisava fazer isso”, disse Nelson ao WXYZ.

“Eu realmente aprecio isso, porque, você sabe, eu estou passando por minhas coisas e me sinto mal comigo mesmo, sabe? Mas eu vou ficar bem”, concluiu.

Com informações da WXYZ e GNN

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.