Técnico canta para distrair criança que põe gesso e emociona web: vídeo

Raphael canta para Pedro - Foto: reprodução / InstagramRaphael canta para Pedro - Foto: reprodução / Instagram

Veja a importância de gostar da profissão que a gente exerce. A alegria de um técnico em ortopedia brasileiro, cantando para distrair um menino durante a troca de gesso, está emocionando as redes sociais.

Todo feliz, Raphael Dhominyck, de 32 anos, canta e dança a música “Atrasadinha” para o animar o Pedro, enquanto faz o procedimento nas perninhas dele, por recomendação do ortopedista com quem trabalha.

Apesar da pequena dor que sente durante o procedimento, o menino de 6 meses se diverte e até ‘canta’ junto com Raphael no vídeo, gravado pela mãe do garotinho no último dia 23 em um hospital público do Maranhão. (assista abaixo)

“Tenho 32 anos, e 13 anos dedicados à ortopedia, de coração. É bom demais fazer o que a gente sonha desde 5°série do ensino fundamental. O alto astral tem que ter, faça chuva ou sol. Eles merecem demais”, disse Raphael Dhominyck em entrevista ao SóNotíciaBoa.

“Alí no vídeo já estava no retoques finais, distraindo ele enquanto o gesso terminava de secar. Ele já está bem”, comemorou o especialista.

Formado no Rio de Janeiro, Raphael trabalha como técnico em imobilização e instrumentador cirúrgico no Hospital Geral Municipal de Codó, um município do Maranhão com 120 mil habitantes. Ele conta que trata as crianças como se fossem filhas dele.

“Fui criado sem pai. Sei como é não ter atenção.  Aí faço de tudo que um pai tinha que fazer”, revela Raphael, que é pai de dois meninos.

Pés tortos congênitos

Raphael se especializou em ortopedia pediátrica e é o único na região que faz gesso para pé torto congênito com ortopedistas. Ele explica como acontece a deformidade:

“O Pedro nasceu com deformidade congênita. Geralmente pela posição que fica na barriga, o pé cria uma deformidade, “fica torto”, daí é feito o tratamento com o gesso até chegar na posição anatômica, e depois disso, se faz uma pequena cirurgia no tendão de Aquiles, para soltar o movimento”, explicou.

Ele conta que a deformidade é tratada com um método europeu.

“Usamos o método Ponseti, uma técnica espanhola, a mesma usada nos hospitais de ponta em todo o país.  E graças a Deus tem os melhores resultados”, afirma.

Raphael Dhominyck - Fotos: arquivo pessoal

Raphael Dhominyck – Fotos: arquivo pessoal

Veja a como foi tranquila a troca de gesso do Pedro:

Assista:

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.