Kauan, 11 anos, 9 cirurgias. Ele foi desenganado, mas surpreendeu

Kauan, 11 anos - Fotos: arquivo pessoalKauan, 11 anos - Fotos: arquivo pessoal

Tiago Kauan Fernandes Souza tem apenas 11 anos e já passou por 9 cirurgias. Foi desenganado por médicos que deram apenas seis anos de vida para ele. Mas o garoto de Planaltina, no Distrito Federal, está firme, não perde a esperança, nem o bom humor.

“O Kauan é fã número 1 do Authentic Games. É um menino encantador, não reclama de nada e confia muito em Deus”, disse ao SóNotíciaBoa a mãe dele, a pedagoga Josivânia Viana.

O menino tem vivido entre São Paulo e o Distrito Federal, por conta do tratamento médico que necessita. Kauan nasceu com malformação arteriovenosa no nariz, uma doença rara e, ao buscar tratamento para o problema, a mãe descobriu algo bem mais sério: um aneurisma cerebral no filho.

“Eu jamais descobriria”, afirmou.

A descoberta

“O kauan nasceu apenas com uma mancha avermelhada no nariz e achávamos que seria apenas uma mancha de hemangioma, que os médicos achavam que seria um Hemagioma. Aos 4 quatros anos uma médica pediu um exame para saber como estava a mancha por dentro do nariz e foi aí que recebemos uma notícia inesperada [do aneurisma], contou Josivânia

“O anestesista do hospital nos chamou e perguntou se sabíamos de algo no cérebro do Kauan. Respondemos que não e foi aí que nos comunicou que o Kauan estava com um aneurisma em estado avançado”, contou a mãe.

Cirurgias

O menino, que vai para o 6º ano no Colégio Ibe Premier, no Distrito Federal “já passou por três cirurgias de aneurisma e foram colocadas 18 micromolas para tratar o problema, que precisa ser acompanhado por toda vida”, de acordo com a mãe.

A cada três meses a família precisa ir para São Paulo “para fazer esses procedimentos no nariz e controlar a frequência sanguínea. Já para tratar o aneurisma cerebral o tratamento é em Brasília”, revelou Josivânia.

Convênio

A mãe, que dedica sua vida para acompanhar o filho, conseguiu fazer um convênio médico caro para tratar Kauan no Hospital 9 de Julho, em São Paulo.

“Infelizmente Brasília não tem o tratamento é não está arcando com a minha despesa. Após ele receber alta, eu fico em pousadas, ou procuro casas de alguém para ficar”, contou a mãe, que é casada e tem outros dois filhos, Elias e Eloá.

Recentemente “apareceu um novo tumor benigno, por cima do tumor que já existia no nariz e a cirurgia foi muito grande. Foi uma cirurgia bem dolorida, mas agora ele está melhor”, comemora.

Presente de Natal

A três semanas do Natal, Kauan revelou para a mãe que gostaria de ganhar de presente uma cadeira de games e um computador de games.

“A cadeira de games o deixaria muito confortável para conseguir jogar videogame sentado. Ele joga sentado na cama”.

Mesmo se não ganhar, ele contou que “já conseguiu o grande sonho, que foi retirar mais um tumor do seu rosto”, concluiu a mãe.

Esperança

Kauan tem mais do que uma história de superação. O menino é pura fé e vive sorrindo, diz a mãe.

“Ele agradece a Deus em cada cirurgia e mesmo na dor ele é feliz e encantador”.

A exemplo do filho, a mãe também não perde a esperança.

“O lado bom [dessa história] é poder está com meu filho vivo e vivendo intensamente cada momento. Fico feliz em compartilhar, para que muitas mães continuem com esperanças nos seus corações”, concluiu.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.