Brasileiro de 9 anos vence concurso de ciências da Agência Espacial Europeia

Foto: Arquivo PessoalFoto: Arquivo Pessoal

Um menino brasileiro de apenas 9 anos venceu em primeiro lugar o concurso de ciência da ESA, Agência Espacial Europeia, para crianças.

João Paulo Guerra Barrera ganhou com o projeto sobre a limpeza do lixo espacial por meio de equipamentos coletores e recicladores. O resultado foi divulgado na última quinta-feira (9).

João é muito novo, mas já soma uma série de feitos na área da astronomia e educação, mostrados aqui no SóNotíciaBoa em 2017 e 2018.

O estudante também já foi premiado pela Nasa, agência espacial norte-americana, palestrante entusiasta da ciência e escritor.

O jovem usou a criatividade e fez um desenho sobre o que ele acredita ser uma boa solução para o problema da poluição no espaço.

A iniciativa, pelo visto, agradou bastante especialistas europeus e é mais um incentivo para o João, que tem o sonho de se tornar engenheiro espacial, engenheiro civil, cientista, inventor e astronauta (palavras dele).

“Estou muito feliz em ganhar mais um prêmio. Eu fiz o desenho porque descobri que tinha muito lixo em volta da Terra. Então criei essa máquina. Eu comemorei muito. Quer dizer, não comemorei muito por fora. Só falei assim “yes, consegui!’. Mas aqui por dentro está uma festa total”, contou João.

João Paulo Guerra Barrera - Foto: arquivo pessoal

João Paulo Guerra Barrera – Foto: arquivo pessoal

Gênio precoce

A ideia dos equipamentos para limpar o lixo no espaço surgiu quando João escrevia o segundo dos três livros que fez.

O escritor mirim publicou sua primeira obra quando tinha seis anos. Na história, ele conta a aventura de três crianças que viajam até a Lua em um foguete feito de material reciclado.

Tudo produzido em duas línguas, português e inglês– João foi alfabetizado em inglês e aprendeu o português sozinho. Sua família morou nos Estados Unidos quando ele tinha entre 4 e 5 anos.

Com sete anos ele foi considerado a pessoa mais jovem do mundo a receber um prêmio da Nasa, entregue em Saint Louis, Estados Unidos.

Inspirado no próprio livro, João criou um joguinho sobre a aventura e conquistou o primeiro lugar na categoria mérito literário, que analisou o conteúdo escrito do game.

Junto ao prêmio, o menino recebeu outros dois títulos: o mais jovem do mundo a discursar na Nasa e o primeiro brasileiro a vencer um concurso mundial da agência espacial norte-americana.

Ele também deu uma palestra no MIT, Instituto de Tecnologia de Massachusetts, uma das universidades mais importantes do mundo localizada em Boston, nos EUA.

desenho vencedor no PRÊMIO da ESA

desenho vencedor no PRÊMIO da ESA

Com informações da Uol

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.