Brasileira de 16 anos de escola pública vai pra Academia de Voo da Nasa

Foto: reprodução Arquivo PessoalFoto: reprodução Arquivo Pessoal

Aos 16 anos, uma adolescente brasileira foi aceita na Academia de Voo da Nasa e embarca neste sábado, 29, para os EUA.

Lara Campos ganhou uma bolsa de estudos para ter aulas de técnicas de aviação, aerodinâmica, navegação e meteorologia.

Ela é do bairro do Catete, no Rio de Janeiro e estudante do Colégio Pedro II, uma escola federal que tem parceria com a ONG Junior Achievement.

Laura faz parte do grupo de meninas selecionadas para o programa espacial nos Estados Unidos, conforme adiantou aqui o SóNotíciaBoa.

Tudo começou em maio de 2018, quando ela teve a chance de participar do programa Miniempresa, que a ONG realiza na minha escola.

Surpresa

“Naquele dia, quando meu celular vibrou, levantei com preguiça do sofá para ver o que era. De repente, tomei um susto. Na mensagem, estava escrito: ‘Oi, Lara! Lembra do processo seletivo para a National Flight Academy? Você foi uma das nove aprovadas’, Esfreguei os olhos para ler de novo. Sim, era isso mesmo”, conta.

“Eu havia ganho uma bolsa de estudos para participar de um programa na Academia Nacional de Voo Americana! Isso significa que tinha sido aprovada para passar seis dias a bordo do maior simulador de porta-avião que existe no mundo, na sede da NASA, na Flórida (Estados Unidos). Durante essa imersão, eu poderia discutir carreiras ligadas à área científica com pessoas de várias partes do planeta. Meu Deus! Não sabia o que pensar. Era um misto de nervosismo e alegria.”

Lara conta que após fazer um tweet sobre a notícia, a mensagem bombou e chegou a 92 mil curtidas.

“Tremendo de emoção e pulando de felicidade, liguei para a minha mãe. “Alô, mãe? Vou para a NASA! Eu passei!” Enquanto respondia a todas as perguntas dela, um filme passou pela minha cabeça. Lembrei de todos os degraus que tive que subir para conquistar essa oportunidade. Não, não foi fácil, mas também foi muito prazeroso perceber que todo esforço valeu a pena. ”

Projeto

Em março deste ano,  a Lara trabalhou num evento da NASA promovido pela ONG.

Durante um final de semana ela assistiu palestras com engenheiros e diretores norte-americanos e de Agências Espaciais pelo mundo.

“Conheci alunos de muitas escolas e universidades, conferi uma exposição de objetos da NASA e um projeto de estudantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro com foguetes. Foi incrível!”

Foi então que ela se inscreveu para concorrer e participar do programa da Academia Nacional de Voo.

“Tive que responder questões como “o que o programa poderia agregar à minha vida”. Fiz em casa, sozinha e não contei para ninguém.”

Aulas na NASA

O programa será entre 30 de junho e 05 de julho, patrocinado pela companhia aérea Delta, em parceria com a ONG Junior Achievement — que estimula o empreendedorismo jovem.

Lá, durante seis dias, os alunos terão aulas de técnicas de aviação, aerodinâmica, navegação, meteorologia e comunicação de voo, além de noções de pilotagem em simuladores, além de particarem de discussões ligadas à ciência, tecnologia, engenharia e matemática – grupo identificado pela sigla STEM (science, technology, engineering, and mathematics).

Apesar de ter boa parte dos custos cobertos pela bolsa, como alimentação e hospedagem, as passagens aéreas devem ser pagas pelos estudantes.

Nove estudantes brasileiros foram selecionados.

“Nem preciso falar como ficamos felizes em saber que, muito em breve, seremos três garotas cariocas pilotando foguetes na NASA. É #girlpower que fala?”, comemora Lara.

Com informações da Revista Glamour

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.