Banda brasileira com músicos deficientes grava 2º DVD ao vivo

1364
Banda Zaktar - Foto: André Santângelo
Banda Zaktar - Foto: André Santângelo

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa.

Dos oito músicos da banda Zaktar, quatro são portadores de algum tipo de deficiência. E os caras tocam muito! (vídeo abaixo)

” Niltinho Legal (vocalista e violonista) é cadeirante. Júlio Pires (percussionista) tem síndrome de down. Joaquim Lins (percussionista) é deficiente intelectual e André Gustavo (trompetista) é deficiente visual”, contou ao SóNotíciaboa Luciano Mendes, que faz violão na banda.

“Os músicos da Zaktar são a prova viva de que as pessoas com deficiência podem ser protagonistas na sociedade, servindo como exemplo e demonstrando para outros deficientes que todos somos capazes de produzir trabalhos de qualidade, provando assim que preconceito está na cabeça das pessoas e que não contribui em nada para termos uma sociedade mas justa e igualitária”, lembra.

A novidade é que o grupo de reggae de Brasilia volta ao palco dia 2 de julho para gravação do seu mais novo DVD.

O primeiro, em 2007, foi um sucesso. Vários músicos famosos gravaram participação especial em “Coisa Belas da Vida” nas faixas: Da Gama (Cidade Negra), Bruno Gouveia e Carlos Coelho (Biquíni Cavadão), Edu Ribeiro e as bandas Natiruts e O Rappa.

Além de Brasília, a banda já se apresentou em Belém, São Paulo, Bauru, Goiânia, Rio de Janeiro e Curitiba.

Emoção do público

A reação do público ao som da Zaktar é forte.

“São sempre positivas e de admiração, não é raro nos shows da Banda nos depararmos com pessoas emocionadas ou ponto de derramarem lágrimas. Acho, particularmente, que isso se dá, na grande maioria das vezes, porque as pessoas vão para os shows esperando encontrar uma banda, no máximo, comum e quando escutam o som que os caras fazem e  a energia e alegria que passam em cima do palco, se surpreendem”, conta Luciano Mendes.
Ele lembra da reação de Bruno Gouveia, vocalista do Biquini Cavadão, (vídeo abaixo) quando participou em uma faixa do primeiro disco:

“”Luciano, eu só vou participar disso por PAIXÃO e não por compaixão”. O resultado foi que ele – junto com vários outros artistas de renome nacional – participou não só do disco como também do nosso primeiro DVD e, diga-se de passagem, a Zaktar é uma banda que canta e grava músicas autorais”, avisa.

O grupo também levanta bandeiras de inclusão.
“Nós somos um exemplo de que os diferentes podem ocupar o mesmo espaço e produzirem trabalhos juntos. É difícil pra todo mundo, mas pra gente é um pouquinho mais. Nos orgulhamos de nossa história… queremos ser reconhecidos por nossa música e não porque, alguns de nós, somos deficientes”, diz Luciano.

História

A Zaktar  foi criada em 2001, a partir do projeto Babilônia Musical, do professor e músico Luciano Mendes de Oliveira para estimular o aprendizado de música, desenvolver a sensibilidade artística, a coordenação motora e a socialização.

Ao longo das aulas, Luciano percebeu que os alunos tinham potencial e vocação musical. Surgiu, então, um novo projeto com foco na profissionalização e inclusão do grupo por meio da música.

Em 2004, eles conseguiram, depois de prova prática, aprovação e carteira da Ordem dos Músicos do Brasil. Naquele mesmo ano, começaram a gravar o disco “Coisas Belas da Vida”

“A capacidade para a música ou qualquer outra arte não está ligada ao aspecto físico ou mental do artista e, sim, à sua forma de expressar a criatividade”, disse Luciano.

Hoje a banda é formada por Alexandre “Macarrão” (baixo), André Gustavo (trompete), Jéferson Alves (teclados), Joaquim Lins (percussão), Júlio Pires (percussão), Stive Marta (bateria), Marco França (guitarra), Niltinho Legal (voz ) e Luciano Mendes (Violão).

O show 

O show “Abra Sua Mente” – contemplado pelo fundo de Apoio à Cultura (FAC) traz uma releitura dos últimos trabalhos da banda e músicas inéditas compostas para esse projeto.

Com participação especial do rapper GOG, o público poderá escutar, em primeira mão, “Na Lama”, composição de Luciano Mendes que conta a história de um morador de rua que é invisível perante a sociedade, mas que luta contra tudo e todos para sair da lama em que está.

“Vai, seja feliz”, também de autoria de Luciano, fala do fim de um relacionamento em que os envolvidos, apesar de toda dor, encaram o rompimento de maneira positiva.

Serviço
Show de gravação DVD Zaktar
Data: 2 de julho
Horário: 17h
Local: Teatro Sesc Newton Rossi
Endereço: QNN 27, lote B, Ceilândia Norte
Ingressos: Entrada franca
Duração: 2h
Classificação indicativa: livre

Da redação do SóNotíciaBoa