Negros fazem desfile contra o racismo nas passarelas e arrasam

882
Foto: SNB|
Foto: SNB|

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa.

Negros de Brasília criaram o próprio espaço para mostrar sua beleza, já que eles não são chamados para desfiles grandes como o Capital Fashion Week e São Paulo Fashion Week, que ainda priorizam pessoas brancas – apesar de mais da metade da população brasileira ser negra.

É o Desfile Beleza Negra, que este ano entrou na sexta edição e permitiu que o SóNotíciaBoa acompanhasse tudo, dos bastidores à emoção da passarela. (vídeo abaixo)

A passarela do evento é montada no meio do público, na Estação Central do Metrô de Brasilia, bem na hora da volta do brasiliense pra casa, entre 18 e 19h.

“A intenção é lutar contra o racismo na moda que persiste até hoje”, denunciou Dái Schmidit, organizadora do desfile, ao SóNotíciaBoa.

70 modelos

Este ano participaram do Desfile Beleza Negra 70 modelos.

E teve diversidade na passarela: negros magros, malhados, gordinhos… gente jovem, modelos maduros, uma idosa e um branco também desfilou, por que não?

Adriano Lugoli

O convidado especial desta edição foi Adriano Lugoli, ex-morador de rua e ex-dependente de crack, que hoje é modelo nacional, já fez em vários comerciais e teve sua história contada programas de TV.

Em entrevista ao SNB, ele não esquece como tudo começou:

“Depois dessa matéria do SóNotíciaBoa, O Rodrigo Faro [da TV Record] me chamou e mostrou a minha história”, lembra.

Lugoli e Dai Schmidt conversaram com o “Gente que é SóNotíciaBoa”, nos bastidores do desfile, na semana passada.

Assista:

Do Canal SóNotíciaBoa