Alunos acham sacola com R$ 20 mil na rua e devolvem ao dono

1681
Gabriel Brandão
Gabriel Brandão

O que você faria se achasse na rua uma sacola com 20 mil reais? Quatro adolescentes honestos encontraram e…  devolveram ao dono!

“É para servir de exemplo para os governantes. Não dá para pegar o que não é nosso”, disse Gabriel Dias Brandão, de 15 anos.

O caso aconteceu em Faxinal, no norte do Paraná. Os amigos, com idades entre 14 e 15 anos, voltavam do colégio quando um deles resolveu chutar uma sacola que estava no chão, a duas quadras da escola.

Gabriel Brandão, João Cassarotti, Gustavo Del Grande e Vitor de Jesus nem imaginavam que lá dentro estavam cerca de R$ 20 mil, que dono de uma rede de mercados havia perdido momentos antes.

“Na hora eu nem pensei [no que pudesse ser], porque direto a gente sai chutando pedra. Mas o chute deu sorte. Era muito dinheiro”, disse o estudante Vitor Hugo Oliveira de Jesus, de 15 anos, ao G1.

“Ficamos muito surpresos. Não é normal estar andando e encontrar esse valor”, diz João Levy Cassarotti, de 14 anos.

Era tanto dinheiro na sacola que os jovens disseram que não tinha como contar. Eles guardaram a sacola em uma mochila e ligaram para os pais, pra tentar encontrar quem havia perdido a quantia.

Dono desesperado

Alí perto, o proprietário da rede de mercados, Fábio Severini, já estava desesperado com a sacola que havia perdido.

“Quando cheguei na minha outra loja para fazer os pagamentos, me dei conta de que estava só com as contas, sem o dinheiro. Bateu aquela preocupação, porque quem vai devolver dinheiro nos dias de hoje, né?”, questionou.

Recompensa

No mesmo dia, 19, o dinheiro foi devolvido para o dono, mas ele encontrou os garotos pela primeira vez nesta terça-feira, 31.

“Eu desejo que eles continuem sendo essas pessoas, tendo essa atitude, e que encontrem muito mais coisas na vida.”

Como recompensa, ele deu um “agrado” aos adolescentes: R$ 200 para dividir.

“Deu para comer um lanche”, disse Vitor Hugo, aos risos.

Honestidade

Os meninos honestos estão felizes e com a consciência tranquila.

“Se a gente tivesse pegado R$ 5 mil para cada um, a gente não estaria vivendo essa alegria de estar todo mundo elogiando a gente. Ter devolvido o dinheiro foi a melhor escolha”, disse Gustavo Henrique Del Grande, de 15 anos.

Com informações do G1