Motorista salva jovem que passava mal em área violenta de MG: vídeo

1237
Arlete e Michael - Foto: SNB
Arlete e Michael - Foto: SNB

Uma motorista de aplicativo arriscou a vida para salvar um jovem que passava mal na calçada de uma área isolada, depois da meia-noite, perto de uma região onde existe tráfico de drogas em Minas Gerais.

O ato de compaixão aconteceu esta semana no bairro Lagoinha, Uberlândia. Arlete de Araujo Correa, de 55 anos, estava terminando o turno de 12 horas de trabalho quando passou na Avenida Pio XII – esquina com a João Naves de Ávila – e viu um rapaz sentado no meio-fio, vestindo roupa limpa, mochila nas costas, óculos e de cabeça baixa.

Ela estranhou o jeito do garoto, deu a volta no quarteirão e voltou para conversar com ele – sem sair do carro, para se certificar de que não era uma cilada. Foi quando descobriu que Michael, de 19 anos, “estava tentando se recuperar de uma farra, bebeu demais com os amigos, ficou desorientado” e acabou sozinho naquele lugar, disse ao SóNotíciaBoa.

Michael contou à motorista que os colegas deram a ele um “corote de pinga”. O rapaz tomou todo de uma vez, perdeu o sentido e saiu caminhando na rua, desorientado.

Como não dava conta de chegar em casa, ele parou no meio do caminho e ficou sentado da guia da calçada.

A policia chegou a parar, mas como viu que se tratava de bebedeira, deixou o jovem no local.

Por sorte. Arlete passou e ao perceber que Michael é honesto, estudante e trabalhador, ela chamou um motorista de aplicativo para levar o jovem pra casa.

O vídeo

Coordenadora de um grupo de cem mulheres que dirigem por aplicativo na cidade, Arlete é conhecida por orientar e ajudar a levantar a autoestima das motoristas do grupo que participa no WhatsApp.

No dia seguinte ela foi até a casa de Michael para ver como ele estava e gravou um vídeo pra incentivar as colegas a ajudarem as pessoas em situação de dificuldade, com o devido cuidado, claro.

“As vezes o que a gente vê, que parece uma coisa de risco, uma situação onde a gente vai se expor e que é perigosa, nem sempre é perigosa… a gente que trabalha nessa profissão, se a gente vê alguém assim na rua, numa situação de risco, não custa nada a gente abordar”, diz a motorista na gravação, enviada ao SóNotíciaBoa.

No vídeo, Michael agradece à motorista que ele disse ser “um anjo”na vida dele.

“Ela me salvou. Naquele dia não estava nem lembrando quem era eu. Ela me achou, me salvou e me deixou em casa praticamente. Chamou um Uber pra mim. Eu vim dormir em paz, tudo tranquilo. Foi um anjo pra mim”, disse o adolescente.

O final feliz da história foi uma nova inspiração para Arlete, que alerta aos jovens para não abusarem do álcool como vem acontecendo.

“O anjinho que eu salvei aquele dia tá aqui, são e salvo e isso faz muito bem pra gente”, concluiu.

Assista:

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube