CNN Brasil estreia domingo: jornalistas e patrocinadores de peso

Sede da CNN Brasil na Avenida Paulista - Foto: Divulgação/CNN
Sede da CNN Brasil na Avenida Paulista - Foto: Divulgação/CNN

Com a promessa de jornalismo imparcial, A CNN Brasil nasce com uma nova opção para fãs de jornalismo 24 horas por dia.

O canal estreia neste domingo, 15 de março, em dois horários diferentes.

Na internet a transmissão aberta ao público começa às 18h no site cnnbrasil.com.br e em todas as plataformas.

Na TV a estreia será às 20h no canal 577 na Claro, Sky, Vivo, Oi e outras operadoras regionais.

Patrocinadores

O Banco Santander, a empresa Cielo e a montadora Volkswagen fecharam acordos comerciais com o novo canal de notícias.

Durante dois anos a Cielo será patrocinadora do canal e dos jornais Expresso CNN, com Monalisa Perrone e Daniela Lima, e Live CNN, com Phelipe Siani e Mari Palma.

O Santander Brasil vai patrocinar durante três anos o Jornal da CNN, comandado por William Waack e o CNN Brasil Business, plataforma de economia da emissora.

A Volkswagen também vai patrocinar o Jornal da CNN.

Além das três marcas, a CNN no Brasil fechou contratos de patrocínio com a 99, IBM, Magazine Luiza e Nestlé, com cotas especiais com o canal.

Megaestrutura

Rubens Menin é o principal acionista da franquia do canal americano.

Cofundador e CEO da MRV, maior construtoras do Brasil, Meni ocupa a lista dos bilionários do mundo da Forbes.

A CNN Brasil chega ao Brasil com nove toneladas de equipamentos, quatro mil metros quadrados de estúdio e 450 profissionais contratados, sendo 160 deles jornalistas.

A sede será em São Paulo, com um braço em Brasília e um escritório no Rio de Janeiro.

O time

Com bons salários, o canal conseguiu tirar profissionais de outras emissoras brasileiras.

Da Rede Globo, por exemplo, a CNN Brasil levou a apresentadora Monalisa Perrone e os repórteres Phelipe Siani e Mari Palma.

Douglas Tavolaro, que foi vice-presidente de Jornalismo da Rede Record por dez anos deixou a emissora da Barra Funda para ser um dos sócios, CEO e founder da CNN Brasil.

Ele levou para a CNN Brasil nomes como o jornalista Reinaldo Gottino, que fazia “Balanço Geral”, e batia a Globo em audiência.

Da rádio CBN, a CNN levou a jornalista Basília Rodrigues, que cobria o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o STF e agora vai fazer comentários políticos na nova casa. Da rádio Jovem Pan, o contratado foi Caio Copolla.

Evarista Costa, que apresentou o Jornal Hoje, estava fora da TV quando foi contratado pela CNN Brasil. Ele vai apresentar programa de documentários no novo canal.

Programação

Pela manhã o Novo Dia CNN, será comandado por Reinaldo Gottino das 7h às 10h.

Em seguida entre ao Live CNN, do casal Mari Palma e Siani, entre 10h e 13h.

No fim da tarde virá o Expresso CNN, com Daniela Lima e Monalisa Perrone, das 18h30 às 21h30.

À noite, o Jornal CNN, comandado por William Waack e Cris Dias, será exibido entre 21h30 e 23h.

Aos finais de semana, o jornalístico CNN Newsroom promete levar mais de 17 horas de notícias ao vivo.

Esquerda ou direita?

Para quem pergunta sobre a tendência política do canal, Douglas Tavolaro responde:

“Não seremos nem de direita, nem de esquerda. Nosso negócio é o jornalismo profissional: isento, transparente e rigoroso.”

A estreia do canal será marcada pela transmissão das manifestações de 15 de março, a cobertura do debate entre Joe Biden e Sanders, nos EUA, uma entrevista exclusiva com o presidente Jair Bolsonaro e outras com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, do Senado, Davi Alcolumbre, e do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli.

“A CNN abrirá espaço todos os dias para governadores, ministros, economistas, juristas, empresários, pessoas das mais diversas linhas de pensamento. Nosso negócio sempre será a notícia em primeira mão”, afirmou Douglas.

Vamos torcer pra ter notícia boa lá também!

Com informações da IstoÉ, RevistaFórum e RD1 e SNB

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no: