Lar de idosos no Brasil faz túnel do abraço pra amenizar isolamento

Foto: Casa 3 Figueiras
Foto: Casa 3 Figueiras

Um lar de idosos de Gravataí, no Rio Grande do Sul, criou o túnel do abraço, para que os idosos se conectem com os parentes e ainda se mantenham protegidos da contaminação por coronavírus.

A equipe do Residencial Geriátrico Três Figueiras criou o espaço depois de perceber que os 28 idosos, isolados desde os dia 17 março, andavam tristes. Até o dia das Mães passou sem visitantes.

“Percebemos que nossos residentes mais velhos estavam se sentindo tristes”, disse Rubia Santos, administradora da clínica.

“Pensamos que eles ficariam mais felizes se encontrássemos uma maneira de abraçar seus parentes”.

Túnel flexível

O túnel do abraço é feito com uma grossa cobertura plástica e tem orifícios para que os visitantes e moradores possam envolver e abraçar quem está do outro lado.

O plástico possui orifícios para os braços em três alturas diferentes para acomodar crianças e cadeiras de rodas.

Para mantê-lo mais seguro para os moradores, a equipe da Três Figueiras faz a desinfecção do plástico entre as visitas, que são marcadas com antecedência.

Antes de entrar, os visitantes medem as temperaturas e utilizam desinfetante para as mãos.

A ideia foi inspirada em outras iniciativas semelhantes que viralizaram pelo mundo.

Veja como funciona:

Com informações do GNN