Brasileira que venceu 3 vezes o câncer ajuda outras mulheres

2107
Priscila agora e antes, com o marido - Fotos: reprodução / Instagram
Priscila agora e antes, com o marido - Fotos: reprodução / Instagram

Sabe quando a sua experiência de vida e superação ajudam outras pessoas a enfrentarem problemas parecidos? Uma brasileira que venceu três vezes o câncer está fazendo isso.

Exemplo e resiliência e fé, Priscila Araújo tem espalhado positividade nas redes sociais. Com palavras, mensagens e entrevistas, ela leva esperança a mulheres que estão passando pelo que ela passou.

Formada em gestão de recursos humanos e moradora de São José dos Campos, no interior de São Paulo, Priscila é casada, tem um filho de 6 anos, o Rodrigo Filho e é uma verdadeira guerreira.

História

E os últimos anos não foram fáceis. Ela perdeu dois bebês – um na barriga, em 2018 e outro que morreu três dias após o parto, em 2019. Seis meses depois, ainda em luto, descobriu um câncer no seio.

Depois da cirurgia, descobriu outro, um sarcoma, câncer raro de pele. Em novembro de 2020 teve outro susto: tirando pintas, por precaução, os médicos encontraram um câncer de pele, porém, mais simples desta vez.

“Confesso que foi difícil receber essa notícia e que os pensamentos ruins quiseram vir na minha mente, mas não deixei que eles me fizessem desanimar. Ergui a cabeça, alinhei os pensamentos e segui”, escreveu Priscila no Instagram.

A cura

E o marido dela comemorou:

“Terminou a radioterapia e graças a Deus não existe mais o câncer. No dia 02 de outubro [ela] encerrou esse ciclo […] no dia 13 de outubro a Pri completava 35 anos, foi presente de Deus pra nós, celebramos a vida e a esperança”, disse Rodrigo Santos da Costa Araujo, em entrevista ao SóNotíciaBoa.

Sim, Priscila sobreviveu a tudo isso e também a problemas financeiros. Não bastasse tudo isso, família também perdeu o apartamento onde morava.

Perguntamos como ela resiste a tantas pancadas da vida?

“Apesar das circunstâncias, vivo com a alegria e leveza que recebo de Deus […] “Sinto muita gratidão, pela cura, pela família, pelos amigos”, respondeu Priscila Araújo ao SNB.

Solidariedade

No meio do turbilhão, ela e o marido descobriram quando gente boa existe nesse mundo e o significado das palavras empatia e da solidariedade.

“Nossos familiares nos ajudaram muito, fizeram brechó, sorteios, rifas e doações. Nossos amigos também depositavam dinheiro na nossa conta, meu cunhado fez uma Vakinha”, contou Rodrigo.

A força

“Amigos e familiares se perguntam de onde vem tanta força, eu digo que foi de Deus em nossas vidas e encarar o problema sem pensar nas circunstâncias ou por que [aconteceu] comigo tudo isso”.

Hoje Priscila usa toda essa experiência dura que teve na vida pra levar esperança e mostrar que é possível sim vencer tantos obstáculos, mesmo quando parece não haver luz no fim do túnel.

Ela está escrevendo um livro pra contar a vida dela e procura uma editora para alavancar o projeto, que poderá trazer algum dinheiro para a família.

“Tenho um bom trabalho graças a Deus, sou técnico da qualidade na Embraer, mas precisamos também de uma segunda fonte de renda. A venda dos livros será uma forma de nos ajudar porque moramos de aluguel e o orçamento mensal sempre é apertado ou termina no vermelho”, contou Rodrigo.

Enquanto isso, Priscila está fazendo trabalho como influenciadora digital pelo Instagram.

“Estou com expectativa de poder ajudar muitas pessoas através da minha história, dizendo que é possível enfrentar as dificuldades com um sorriso no rosto e com a esperança de que coisas boas virão”, concluiu.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa