Vênus e Júpiter podem ser vistos próximos em fenômeno raro

1751
Foto: Universe Today
Foto: Universe Today

Vênus e Júpiter estarão mais próximos para quem observa da Terra nesta quinta-feira, 11, num fenômeno raro conhecido como conjunção.

A conjunção é um fenômeno visual, explica o professor e astrônomo amador, Maico Zorzan, membro do Clube de Astronomia Edmond Halley (Caeh).

“Quer dizer que, do ponto de vista do observador, que está na Terra, os astros parecerão estar mais próximos, mas na verdade não estão. O que existe é um alinhamento, ou seja, estão na mesma direção, mas cada um está na sua órbita”, destacou em entrevista ao GMC Online.

O fenômeno raro vai até a manhã de sexta-feira, 12 e graças à lua nova, será visto com maior nitidez.

As conjunções poderão ser vistas no período da noite, mas o melhor horário para observar é de madrugada, próximo ao amanhecer.

Como identificar?

De acordo com o Farmer’s Almanac , o período de observação ideal é cerca de 30 minutos antes do nascer do sol em direção ao sudeste.

Nesse ponto, os planetas sobem o suficiente acima do horizonte para serem vistos.

O sol ainda não começou a iluminar o céu, e você pode avistar Júpiter e Saturno brilhando muito próximos – apenas 0,4 graus de diferença, do ponto de vista da Terra.

Conjunções em fevereiro

No total, são 10 conjunções de planetas em fevereiro.

Vênus e Saturno foram vistos próximo no último dia 06 de fevereiro, Mercúrio e a Lua, no dia 08 e a Lua com Vênus, Júpiter e Saturno nesta semana.

Veja o calendário as próximas conjunções:

13/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Netuno/Vênus e Mercúrio;
15/02/2021 – Conjunção entre Júpiter e Mercúrio;
17/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Urano;
18/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Marte;
22/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Mebsuta, estrela da constelação de Gêmeos;
23/02/2021 – Conjunção entre Saturno e Mercúrio.

Com informações do GNN e GCM