Pessoas com HIV agora estão no grupo prioritário para vacinação no Brasil

A partir de agora, pessoas com HIV são prioridade para vacinação da Covid-19. - Foto: reprodução Pixabay
A partir de agora, pessoas com HIV são prioridade para vacinação da Covid-19. - Foto: reprodução Pixabay

A partir de agora, pessoas com HIV estão no grupo prioritário da vacinação contra covid-19 no Brasil.

O Ministério da Saúde incluiu na lista pessoas que vivem com a doença na faixa etária entre 18 e 59 anos. A medida foi publicada na última terça, 30.

Segundo a nota técnica, o HIV passa a ser considerado uma comorbidade para a Covid-19.

“A partir dessa iniciativa será possível reduzir o impacto da pandemia nesse grupo, especialmente em relação ao risco de hospitalização e óbito, e respeitar o conceito de equidade do SUS (Sistema Único de Saúde)”, afirma o Ministério da Saúde.

A nota diz ainda que a decisão foi tomada considerando “novas evidências científicas publicadas sobre o risco de desfechos negativos da covid-19 em pessoas vivendo com HIV”.

Antes, o programa considerava prioridade apenas as pessoas com HIV que ainda tinham contagem de linfócitos T-CD4+.

Com a alteração, todos os que se encaixam no perfil poderão se vacinar a partir da terceira fase do Plano Nacional de Imunizações (PNI).

Exigências para vacinação

Além da idade, o Ministério da Saúde informou que a pessoa com HIV precisa comprovar a condição apresentando relatório médico, exames, receitas de antirretrovirais e prescrição médica.

Desde janeiro, o HIV já era prioridade no programa de vacinação de pessoas com comorbidades, mas havia a exigência de testes de contagem de linfócitos T CD4 menor que 350.

A partir desta quinta, 1º de abril, os dados das pessoas com HIV serão incluídos no Conecte-SUS.

Por Monique de Carvalho, da redação do Só Notícia Boa – Com informações de Poder 360.