Paródia de vacinas brigando pra ver qual é a melhor diverte as redes. Assista!

Em Paródia, Coró, Astra, Pfizer e Janse disputam qual é a melhor vacina - Fotos: reprodução / Instagram
Em Paródia, Coró, Astra, Pfizer e Janse disputam qual é a melhor vacina - Fotos: reprodução / Instagram

Como o brasileiro é criativo! Um vídeo hilário de vacinas brigando entre si para ver qual é a melhor está arrancando gargalhadas dos internautas. É uma paródia de quatro vacinas contra a covid discutindo umas com as outras, numa alusão aos brasileiros que querem escolher qual vacina para tomar. (assista abaixo)

O vídeo começa com a “Coró” consolando a colega “Astra” e pedindo para ela não chorar. Toda arrasada, a Astra explica o motivo da tristeza: “O povo tem medo de mim, Coró!”. Nisso chega a Pfizer, toda poderosa e humilha as amigas dizendo que é “a mais querida, a mais a amada, a mais deseja do Brasil”.

E enquanto as três discutem entre si, surge a Jansen zombando das colegas porque ela é em dose única. Aí a briga está armada: “Coró, me segura que eu vou dar na cara dessa Jansen”, diz a Astra, revoltada.

O vídeo – no melhor estilo do antigo Casseta e Planeta – foi lançado esta semana. Teve quase 400 mil visualizações em poucas horas e centenas de comentários no Instagram do Só Notícia Boa nesta terça, 6.

A ideia

Todas as quatro personagens foram interpretadas por um jovem talentoso de Minas Gerais chamado Agilmar Ferrreira. Ele tem 28 anos, mora em Patrocínio, é vendedor e está pronto para entrar no mundo do humor. Ele contou como teve a ideia :

“O vídeo da briga das vacinas veio da observação de pessoas próximas discutindo qual vacina é a melhor. Um dizia ser a Pfizer, outro Janssen, Astrazenica, etc. Ficava vendo aquilo e pensando em como seria se elas se essas vacinas se encontrassem?”, disse Agilmar em entrevista ao Só Notícia Boa.

Com a ideia na cabeça, não demorou para fazer o vídeo que está bombando nas redes.

“Escrevi o roteiro no sábado à noite. Aproveitei minha folga no domingo pra gravar e editar o vídeo. As roupas femininas peguei emprestado com minha mãe e as perucas já tinha da época do canal [no Youtube, lançado em 2017, mas que não foi adiante]”.

“No mesmo dia escrevi o roteiro, gravei, editei e agendei para postar na segunda-feira. Mas como sou muito ansioso, acabei postando no domingo mesmo. E o pessoal se divertiu bastante. Até estão pedindo continuação do vídeo”, deu o spoiler.

Saiu da depressão

Agilmar conta que sempre teve uma veia cômica e se imaginava desde jovem fazendo as pessoas rirem.

“Sempre fui muito fã do Paulo Gustavo, Whinderson, Cocielo, da Tatá e quando os assistia ficava me imagina trabalhando com humor, sendo engraçado como eles são”, lembrou.

Ele já tinha tentado fazer vídeos engraçados no Youtube, mas foi uma depressão que o fez retomar a paixão pelo humor.

“No ano passado passei por um inicio de depressão e precisei fazer terapia. Meu analista percebeu meu lado “engraçadinho” e sugeriu que eu voltasse a fazer vídeos de comédia. E no final de 2020 resolvi postar um vídeo despretensioso no Tiktok que em menos de 24 horas pegou 500k de visualizações e várias pessoas pediram que postasse mais vídeos. E de lá adiante não parei mais”, revelou.

“E o carinho das pessoas com meus vídeos me ajudou a sair do início da depressão e a conseguir enxergar meu grande sonho que é ser humorista. Mesmo me considerando um estagiário do humor rsrsrs”, afirmou.

Dois vídeos

Nós gostamos tanto do primeiro vídeo da briga das vacinas, que também postamos no mesmo dia o segundo, a continuação da disputa entre elas.

Nele as vacinas estão numa sala de espera aguardando para serem aplicadas logo nos brasileiros, só que desta vez, para surpresa de todas, surge na sala a Covaxin para por mais lenha na fogueira da briga entre as colegas.(rs)

Lembrando que a melhor vacina, gente, é a que está disponível, ok?

Assista ao primeiro vídeo:

Agora o segundo vídeo: