Aluno sem wi-fi que ia à escola a cavalo ganha prêmio de melhor aluno

-
Por Rinaldo de Oliveira
Compartilhar
Imagem de capa para Aluno sem wi-fi que ia à escola a cavalo ganha prêmio de melhor aluno
Lorran, que ia à escola a cavalo para pegar o dever, recebeu o prêmio de aluno do ano - Fotos: arquivo pessoal

Lembra do Lorran, o aluno sem wif-fi que andava 2km a cavalo para pegar dever no colégio? Ele ganhou esta semana o prêmio de melhor aluno do ano! Mostramos a história dele em março no Só Notícia Boa. Reveja aqui.

O Lorran dos Santos, de 14 anos, mora em Luziânia, Goiás, e viralizou na internet após buscar uma alternativa para manter em dia as lições da escola em tempos de aulas remotas na pandemia.

E após um ano de idas à escola montando uma égua, ele recebeu o prêmio de melhor aluno de uma escola do município.

“Me chamaram no colégio e premiaram os melhores do ano. Eu fiquei muito feliz e surpreso com o certificado”, diz o garoto, que recebeu a honraria esta semana.

Ele acabou de completar o 8º ano do Ensino Fundamental e conta que a ajuda da égua Kíria, de 3 anos, suavizava a distância entre o colégio e a casa da família, que fica no Parque Estrela D’Alva III, área rural de Luziânia (GO), município no Entorno do Distrito Federal.

“Ele me ajuda muito dentro de casa, é respeitoso e um bom menino. Depois de todas as dificuldades desse ano, nós ficamos muito felizes de saber que ele foi o melhor aluno do município”, comemorou a mãe dele, Lucivânia Santos.

A foto que viralizou

Quem registrou a imagem que viralizou foi a diretora do Colégio Estadual Professora Ester da Cunha Peres, Laurinda Ribeiro.

Para ela, apesar de simples, o exemplo de Lorran serviu para motivar os outros estudantes.

“Os alunos disseram que não devemos desistir diante dos desafios, mas buscar alternativas para os problemas. O que chamou a atenção foi que, mesmo com dificuldades, ele tinha o compromisso de entregar as atividades dentro do prazo”, afirmou, enfatizando que Lorran tem ótimo desempenho acadêmico em todas as disciplinas.

Agora vai à pé à escola

Até o mês de agosto, o menino visitava quinzenalmente a escola para entregar as atividades que estavam prontas e buscar as novas lições.

Quando as aulas presenciais voltaram, ele decidiu deixar a égua em casa e caminhar 2 km todos os dias para assistir às aulas.

“Eu não tinha como deixar ela lá na escola, não tinha onde colocar ela, então optei por deixar ela em casa mesmo”, detalha o garoto.

Quer ser agrônomo

Lorran sonha em ser agrônomo e veterinário quando crescer.

Agora, como estudante do 9º ano, ele espera manter o bom desempenho escolar.

“Eu gosto muito de animais e de mexer com plantações, espero com isso ajudar a mudar a vida dos meus pais, da minha família e das pessoas da minha região”, concluiu.

Lorran recebendo o prêmio de aluno do ano - Foto: arquivo pessoal

Lorran recebendo o prêmio de aluno do ano – Foto: arquivo pessoal

Lorran indo para a escola a cavalo - Foto: arquivo pessoal

Lorran indo para a escola a cavalo – Foto: arquivo pessoal

Com informações do R7