Criado SAMU para atender animais de rua

1595
Foto: divulgação
Foto: divulgação

O Brasil já tem um serviço inédito para atender de ambulância animais feridos. Ele foi inaugurado na semana passada em Florianópolis, Santa Catarina.

O Samuvet, como já ficou conhecido, vai oferecer resgate para animais machucados pelas ruas da capital catarinense.

O serviço de ambulância veterinária vai funcionar de forma semelhante ao Samu, Serviço de Atendimento Médico de Urgência.

Um veículo foi colocado à disposição com um motorista, e dois médicos veterinários, que vão se revezar no atendimento, 24 horas por dia.

O funcionamento começou sexta-feira, 1o de agosto, ainda em forma de testes, pelo período de 90 dias.

Depois desse prazo, o funcionamento e as regras do serviço serão regulamentados por um decreto do prefeito César Souza Júnior (PSD).

Funcionamento

O Samuvet será acionado pela Guarda Municipal, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros diante de casos de extrema urgência, como atropelamento de cães ou gatos de rua, cavalos soltos em vias públicas, resgate de animais usados em farra do boi ou ocorrência de ataques contra pessoas.

O acionamento será realizado exclusivamente para animais de rua.

“A prefeitura será acionada somente quando a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e a Guarda Municipal não tiverem condições de resolver o problema no local”, diz o diretor do Bem-Estar Animal de Florianópolis, Eduardo Cavallazzi, idealizador do projeto.

O Samuvet pretende atender ocorrências que são normalmente registradas durante a noite, quando os animais feridos muitas vezes agonizam até a morte sem nenhum tipo de socorro apropriado.

Cavallazzi afirma que a divisão municipal atende por semana cerca de 15 casos de cães, gatos ou cavalos atropelados ou baleados.

“Quando esses animais de rua são atropelados ou baleados durante a noite e nos finais de semana, não há para onde levá-los ou como atendê-los em situações extremas”, afirma.

Com informações do Terra